Topo

Plataforma de obras-primas de "Mario" e "Zelda", Nintendo 64 faz 15 anos

AKIRA SUZUKI

da Redação

23/06/2011 13h24

Foi num domingo japonês, há exatos 15 anos, que a Nintendo lançou seu último console a base de cartuchos. O Nintendo 64, o último a entrar na quinta geração de videogames, foi a plataforma que viu algumas das principais obras-primas da Big N - como esquecer "Super Mario 64" e "The Legend of Zelda: Ocarina of Time"? -, mas não conseguiu resistir à força da Sony com seu PlayStation.

Para os saudosistas do "meia quatro", os clássicos para Nintendo 64 estão atualmente disponíveis no Virtual Console do Wii, além de ganhar remakes no Nintendo 3DS: "The Legend of Zelda: Ocarina of Time 3D" chegou recentemente e "Starfox 64 3D" vem em setembro.

Aqui, a redação de UOL Jogos, leitores e Eduardo Trivella, da Editora Europa e então analista de produto da Playtronic na época do Nintendo 64, falam de suas lembranças.

"Qual sua lembrança mais marcante do Nintendo 64?"

O Nintendo 64 foi o último console da Nintendo com um 'sex appeal' autêntico: do design do videogame aos jogos, tudo levava crianças e adolescentes da época - eu entre eles - a reações extremadas de 'nintendismo' (nada comparado ao garoto do 'Nintendo Sixty-Four', é claro; este foi um caso extremo). Nem todo mundo queria virar adulto naquela época e ter um PlayStation. Para estas pessoas, o N64, com aquele rosto em 3D do Mario, que você podia manipular com a alavanca, foi inesquecível.

Théo Azevedo (@theo_az), editor de UOL Jogos
De minha parte, foram tantas emoções com "Star Fox", "GoldenEye 007", os dois "Zeldas" e outros, mas o momento mais marcante foi mesmo com o "Super Mario 64". O espanto de ter um mundo tão grande para explorar, os gráficos sem precedentes e a dificuldade em usar a alavanca analógica (algo tão novo na época) pra controlar o Mario em 3D - uma sensação única de novidade que poucas vezes tive de novo com games.

Claudio Prandoni (@cprandoni), editor-assistente de UOL Jogos
Sinceramente, nunca gostei muito de "Super Mario Bros.", mas foi diferente com "Super Mario 64". Acho que foi a primeira vez que vi um mundo de 3D realmente vivo e acho que se tornou um paradigma para os games de ação. E "Ocarina" é uma aula de como "domar" a câmera, graças ao Z-Targeting, e também virou referência. "Starfox 64" é o melhor da série e as músicas de "F-Zero X" eram muito boas.

Akira Suzuki (@akira_suz), redator de UOL Jogos
O Nintendo 64 foi o meu primeiro console legítimo, diferente dos anteriores que eram compartilhados entre a minha família e amigos. É por essa razão que a era dos 64 bits foi a mais memorável na minha vida como gamer. E o jogo responsável por isso foi "The Legend of Zelda: Ocarina of Tme", com seus vários enigmas e história cativante. Na época eu ainda estava começando a falar as primeiras frases em inglês, mas "Zelda" me forçou a aprender mais, apenas para compreender a história de Hyrule e seus personagens. Não há lembrança mais marcante como aquela que foi responsável por nos divertir durante a infância e, no meu caso, foi o Nintendo 64.

Felipe Carettoni (@Panettoni), colaborador de UOL Jogos
Sempre fui fã de futebol e a minha maior dúvida entre comprar ou não o N64 era a possibilidade de ter um bom jogo de futebol devido à baixa capacidade de memória do cartucho. Quando o vi pela primeira vez rodando "Jikkyou J-League Perfect Striker" (a versão original japonesa que deu origem ao "International Superstar Soccer 64") fiquei impressionado com o gráfico superior ao PS1, na quantidade gigantesca de animações diferentes dos jogadores nas comemorações de gol ou após fazer uma falta. E o melhor, tudo isso com a mecânica de Super Star Soccer. Na hora pensei, PRECISO ter esse console!

Andre Forte (@andreforte), colaborador de UOL Jogos
Horas e horas jogando "International Super Star Soccer 64", que absorvia toda a 'aura' da Copa de 98, e ainda por cima era o substituto natural do clássico "International Super Star Soccer" do Super NES. Outro grande jogo que me impressionou na época foi o "F-1 World Grand Prix", quando vi este rodando no Nintendo 64 pensei "Meu Deus, os videogames chegaram a capacidade máxima!".

Sammy Anderson (@GameHall), proprietário do site Gamehall
Lembro que foi com o Nintendo 64 que tive a minha primeira experiência de 'detonar' um jogo em grupo. O responsável foi "The Legend of Zelda: Ocarina of Time", e por causa dele três amigos e eu passamos dois dias inteiros tentando terminar o game, mas não tivemos sucesso porque o cartucho era alugado - além disso, a nossa habilidade não era tão grande e só completamos a primeira parte do jogo (quando Link atinge a fase adulta). Bons tempos.

Douglas Vieria (@dv_silva), colaborador de UOL Jogos
Tenho dois acontecimentos inesquecíveis: a chegada do cartucho dourado de "Zelda: Ocarina of Time", cujo guia oficial brasileiro foi traduzido por mim; e meu trabalho de tradução do jogo "Shadowman 64".

Eduardo Trivella, analista da Playtronic à época do lançamento do N64
Eu tive um N64 por uma semana... Mas foi uma ótima semana!

@Ryunoken, via Twitter
O N64 me ajudou bastante a passar tempo numa fase dificil da vida quando tive q operar minha perna, muitos momentos de diversao

Paulo Victor Ramos (@PV_lol), via Twitter
Eu ganhei do meu tio! Até hoje com o analógico quebrado!

Daniel Rodrigues (@DanielRodV), via Twitter

Jogos marcantes do Nintendo 64
Veja Álbum de fotos

Mais Start