PUBLICIDADE

Topo

E3 2011: Sem muitos times brasileiros e com poucas mudanças, "PES 2012" ainda tem muito a evoluir

FELIPE CARETTONI

09/06/2011 06h33

Durante a E3 2011, UOL Jogos conversou com Tim Blair, gerente de marketing da série “Pro Evolution Soccer” e jogou uma demonstração do novo game de futebol da Konami.

Logo de cara, Tim avisou que não falaria sobre os licenciamentos dos times, principalmente de clubes brasileiros e uniformes da seleção tupiniquim: “as negociações entre a Konami e os times ainda não acabaram e, portanto, novas informações só poderão ser reveladas no futuro”. Por enquanto, o Internacional de Porto Alegre é o único clube brasileiro confirmado no game, como já mostram as imagens de divulgação.

Apesar desse balde de água fria, a demonstração do jogo foi bastante proveitosa. Algumas seleções e clubes podiam ser escolhidos, como Espanha, Portugal e Barcelona, e a principal mudança notada foi a diminuição da velocidade dos jogadores em relação ao tempo, principalmente por causa da nova mecância de movimentação do time.

Enquanto o jogador está com a bola, ou mesmo quando está atrás de um adversário, os outros companheiros ficam procurando as melhores opções para criar jogadas ou interceptações. Além disso, a utilização do botão de corrida em “PES 2012” também sofreu alterações consideráveis. O jogador deverá escolher momentos corretos para correr com os atletas, como em momentos de ataques rápidos, ou mesmo para reformular a defesa antes da chegada do adversário. Ambas as mudanças trouxeram como consequência a diminuição da velocidade dos craques, tornando a experiência mais real em relação aos títulos anteriores.

Comparado ao seu concorrente direto, “FIFA 12”, o jogo da Konami ainda tem uma longa estrada para percorrer. Apenas essas pequenas mudanças na física não são o bastante para melhorar a qualidade do jogo de maneira considerável a ponto de competir de igual para igual com o rival. Resta esperar pelo licenciamento dos times e possíveis novos modos implementados nesta versão.