PUBLICIDADE

Topo

Assassin's Creed III: Liberation

Pedro Henrique Lippe

Do UOL, em São Paulo

09/06/2012 08h09

"Liberation" é uma proposta inédita na série "Assassin's Creed". Até hoje, todos os games da marca tinham sido focados em ancestrais de Desmond Miles, o grande protagonista, enquanto as histórias de outros membros históricos da associação dos assassinos tinham sido deixadas de lado.

O game para PS Vita muda esse quadro, introduzindo em cena Aveline, uma assassina contemporânea à Connor, o antepassado de Desmond em "Asassin's Creed III".

Aveline de Grandpré é uma assassina de origem afro-francesa localizada em Nova Orleans no século XVIII durante a Guerra Franco-Indígena. "Liberation" é sua história, que se passa entre 1765 e 1780.

VEJA AVELINE EM AÇÃO EM "LIBERATION"

  •  

A experiência completa

Segundo os produtores, "Liberation" é diferente dos spin-offs da série que o DS e o PSP ganharam no passado. No Vita, a experiência "Assassin's Creed" completa é recriada, com vastos ambientes abertos exploráveis e diversos extras e objetivos opcionais.

EXTRAS NO PS3

Jogadores poderão destravar bônus como fantasias para o modo multiplayer e armas exclusivas conectando "AC3" no PlayStation 3 com "Liberation"

Além de ser em formato portátil, o game também se diferenciará de suas versões para consoles de mesa por utilizar as capacidades únicas do PS Vita a seu favor.

Os controles de plataforma, por exemplo, poderão ser realizados pela tela sensível ao toque do sistema, como acontecia em "Uncharted: Golden Abyss".

As câmeras, o touch pad traseiro e os sensores giroscópios do portátil também serão aproveitados.

Além da envolvente campanha solo, "Assassin's Creed III: Liberation" oferece partidas multiplayer no PS Vita.