Conteúdo de marca

Bitoca, língua, gay: a evolução do beijo

Marcela Ribeiro

De Splash, no Rio

Ah, o amor... Quem nunca se derreteu ao ver uma cena romântica na TV? Quem nunca sonhou em viver um romance de novela? Se hoje você pode apreciar um beijão ardente na TV, daqueles de causar "invejinha" e tirar o fôlego, saiba que isso só acontece porque uma galera quebrou tabus lá atrás.

Continua depois da publicidade

Primeiro beijo

Tudo começou em 1951,um ano após a estreia da TV no Brasil. Vida Alves e Walter Forster protagonizaram o primeiro beijo na TV, na novela "Sua Vida me Pertence", da TV Tupi. A atriz contou que chegou a ficar na dúvida se beijava o ator, que também era o diretor da trama.

10.jul.2013 - Walter Forster e Vida Alves em cena de "Sua Vida me Pertence" - Reprodução - Reprodução
Walter Forster e Vida Alves em cena de 'Sua Vida me Pertence'
Imagem: Reprodução

"Pensei: 'Como vou beijar meu chefe na boca, perto de todo o mundo?'", disse a atriz no programa "Retrato Falado", da Globo, em 2003. Walter teve que pedir permissão ao marido de Vida para fazer a cena.

Houve bastante polêmica, se dava ou não. Acabou sendo um beijo na boca, mas biquinho fechado, contou ela.

Vida Alves e Geórgia Gomide protagonizaram o primeiro beijo gay na TV, no teleteatro Calúnia, na Tupi em 1963 - Reprodução - Reprodução
Vida Alves e Geórgia Gomide no teleteatro Calúnia, na Tupi em 1963
Imagem: Reprodução

Primeiro beijo gay entre mulheres

Coube a Vida dar o primeiro beijo gay da TV na atriz Geórgia Gomide, no teleteatro "Calúnia", da Tupi, em 1963. "Também foi técnico. Eu sou a criadora do beijo técnico. Cada um que responda pelo seu próprio beijo agora", brincou a atriz, que morreu em janeiro de 2017, aos 88 anos.

De lá para cá, foram milhares de beijos, de todos os tipos. Veja só esse beijão de Tony Ramos e Gloria Pires em "Paraíso Tropical"

Tony, a gente quer saber: existe beijo técnico ou o beijo é real?

Essa história velha de: 'Beija-se de verdade?'. Ora, se bocas se tocam, há um beijo. Existe, sim, beijo técnico. Você não precisa usar de língua e outros artifícios para convencer num beijo que vem com a emoção.

Continua depois da publicidade

Eita, Giovanna!

É bonito, é romântico, é quente! Giovanna Antonelli que o diga. Ela garante que os beijos são 'para sempre' técnicos e acredita que já houve muitos avanços ao longo destes 70 anos de TV.

Tenho a convicção de que já evoluímos muito para que o beijo tenha seu lugar, independentemente de quem esteja beijando. Aliás, quem não torce por um beijo?

Continua depois da publicidade
Gio já beijou muuuuito na ficção! O que dizer dessas cenas calientes do casal de golpistas Atena e Romero (Alexandre Nero) em "A Regra do Jogo"? É química que chama!?

Queremos romance e muitos beijos como o desse casalzão Clara e Marina (Tainá Müller) na novela "Em Família" (2014)

Polêmica sobre beijo gay

Em 2014, muitos anos depois de Vida Alves ter dado o primeiro beijo gay em novela, "Amor à Vida", de Walcyr Carrasco, exibiu um beijo gay entre dois homens. A cena aconteceu entre Félix (Mateus Solano) e Niko (Thiago Fragoso) e foi ao ar no último capítulo da novela. Na ocasião, houve muita polêmica e expectativa se o beijo aconteceria

Continua depois da publicidade

Fragoso lamenta que ainda hoje o beijo gay seja tabu.

"O público torceu por esse casal e pelo beijo, mas infelizmente não é algo que se manteve para a cultura das telenovelas seguintes."

Ele lembra que, pouco tempo depois, logo no primeiro capítulo da novela "Babilônia" (2015), rolou um selinho entre Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg e o Brasil ficou escandalizado.

Foi algo estranho, pois achamos que o Brasil tinha virado essa página, que isso não seria mais uma questão, que a sociedade brasileira tinha mais respeito a liberdades individuais. Mas estávamos enganados.

Continua depois da publicidade

Gratidão

Felix Niko novo tamanho - Instagram/Reprodução - Instagram/Reprodução
Beijo de Félix e Niko em 'Amor à Vida'
Imagem: Instagram/Reprodução

Solano é grato por ter protagonizado com Thiago Fragoso a cena icônica do beijo e divide a responsabilidade com o autor Walcyr Carrasco o preparador de elenco Sérgio Penna, os diretores Wolf Maya e, especialmente, Mauro Mendonça Filho.

A cena do beijo de Félix e Nico foi a cereja do bolo gigante que foi o personagem Félix para a minha carreira e para a vida de muita gente que até hoje vem me dar um abraço e me agradecer pelo papel

Continua depois da publicidade

"Foi um beijo marcante, comemorado como um gol de final de Copa do Mundo. Não poderíamos imaginar. Foi uma explosão de felicidade, de energia acumulada. Foi o fim da espera por um beijo que as pessoas queriam ver há muito tempo", diz Fragoso.

Apesar de ter participado deste momento marcante da teledramaturgia, Mateus Solano não enxerga grandes evoluções nos beijos da TV.

"Existe resistência ao beijo (não só ao beijo gay). Trata-se de uma intimidade e nem todo mundo está preparado para ver a própria intimidade retratada no seu entretenimento".

Continua depois da publicidade

Beijo plástico x sexualizado

Thiago Fragoso vê evolução nos beijos. Ele destaca que o primeiro beijo, de Vida Alves e Walter Foster, era "plástico, não muito sensual, porque na época isso não seria aceito. Com o passar do tempo, tudo foi mudando".

Por outro lado, ele destaca que hoje o beijo pode ser muito sexualizado. "Acho que não ajuda tanto na narrativa, porque vira um evento em si."

Beijo na pandemia

Com a retomada de gravações das novelas, como serão as cenas de beijos no período de pandemia, com tantos protocolos de segurança?

Continua depois da publicidade

Thiago Fragoso conta que foram criadas algumas formas de realizar cenas de beijo na pandemia. "Primeiro que somos testados toda semana, e até existe uma possibilidade de fazermos uma quarentena específica para alguma cena que tem que ter conteúdo amoroso, mas o que tem sido feito é o beijo no acrílico".

felipe simas e juliana paiva com acrílico em salve-se quem puder - grande - Danilo Togo/Divulgação - Danilo Togo/Divulgação
Felipe Simas e Juliana Paiva gravam com acrílico
Imagem: Danilo Togo/Divulgação

Os atores se beijam com um vidro entre eles, e aí tem um jogo de câmeras, um jogo de truques que você não consegue ver a interferência do acrílico, é uma coisa impressionante, a gente acha que dá pra ver, mas me garantiram que não dá pra ver

Já Tony Ramos, com mais de 55 anos de carreira e 128 personagens, acredita que com a pandemia o beijo só será possível com segurança.

"Depois de confinamento, exames de checagem da covid-19, aí talvez poderá haver esse beijo. Há de se ter cuidados extremos. Enquanto a vacinação maior não acontecer, sua maturação após as duas doses, os cuidados precisam ser os mesmos".

Continua depois da publicidade

Giovanna Antonelli também está na expectativa para as cenas de beijo na pandemia. " Virtuais? Computadorizados? Efeitos? À distância? Vamos fazer apostas!", diz ela aos risos.

Estamos todos na torcida para que essa vacina saia logo, afinal queremos ver beijão de verdade na TV!

Continua depois da publicidade

Não é só na ficção!

Os beijos na TV não se resumem só a ficção! Quem não sente saudades dos selinhos de Hebe Camargo na televisão? Rita Lee, Luan Santana, Leonardo, Bruno Gagliasso, Luana Piovani! Ninguém escapava!

Silvio Santos também não resistiu e deu uma bitoca em Gilberto Gil no programa "Teleton" de 2001. "É que sempre, em anos bissextos, eu saio do armário", brincou ele ao comentar sobre o beijo em seu programa.

Continua depois da publicidade

Já Tatá Werneck também tem se saído uma boa beijoqueira da atualidade. Em seu talk show, "Lady Night", ela distribui beijos em seus convidados. Ela criou até o quadro "Desculpa, Eu Só Quero te Beijar".

Já vimos alguns beijos na TV em programas de namoro também, como o "Beija Sapo", exibido na MTV entre 2005 e 2007.

via GIPHY

E, claro, para fechar, os beijões reais dos realities shows não poderiam ficar de fora! "BBB", "A Fazenda", "De Férias com o Ex"... o que não faltam são casais apaixonados e cheios de fogo!

Continua depois da publicidade
0