Conteúdo de marca

Um brasileiro em Hollywood

Fabiano Ristow

Colaboração para Splash, de São Paulo

O nome dele é Rodrigo Teixeira

Ele, você deve lembrar, é aquele produtor brasileiro que tem um dedo em vários filmes famosos de Hollywood. "A Bruxa", "O Farol", "Ad Astra", "Frances Ha" e "Me Chame pelo seu Nome" (pelo qual foi indicado ao Oscar), por exemplo, são dele.

Continua depois da publicidade

Queridinho dos famosos

Rodrigo Teixeira rindo com atores - Joe Scarnici/Getty Images - Joe Scarnici/Getty Images
Imagem: Joe Scarnici/Getty Images

O cara já trabalhou com gente do seguinte naipe: Robert Pattinson, Brad Pitt, Greta Gerwig, Willem Dafoe, Timothée Chalamet... a lista é longa. E ele tem muitas histórias de bastidores. Algumas são confidenciais. As outras ele compartilhou com o Splash.

Gente como a gente

Um dos mais queridos de Rodrigo é Robert Pattinson, com quem ele trabalhou no elogiado "O Farol":

É um cara normal, sensível, camarada mesmo, não tem nada de estrelismo. Conversa sobre tudo. Tomamos cerveja num bar, e ele contou da vida dele em Londres e Los Angeles.

Robert Pattinson O Farol - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

A relação dos dois extrapolou o set de gravação: Rodrigo soube que Pattinson viveria o Batman nos cinemas pelo próprio ator.

Quando foi escalado para ser o Batman, ele me mandou uma mensagem todo empolgado: "Você viu o que aconteceu??". Falei: "Que animal!".

Ok, ele é mais inteligente que a gente

Alguém ainda tem preconceito contra Pattinson só porque ele fez "Crepúsculo"? Então olha o que Teixeira tem a dizer:

A capacidade dele em analisar um roteiro está muito acima da média. Ele questiona e faz colocações a cada página. Deu várias sugestões pro Robert Eggers, diretor de 'O Farol', que gostou de tudo

Mas beber uma cerveja com Robert Pattinson pode levar a situações inesperadas...
Robert Pattinson e fãs - J. Countess/GC Images - J. Countess/GC Images
Imagem: J. Countess/GC Images

Uma vez estava com ele num bar no Canadá. Todo mundo viu a gente junto. Quando saí, sozinho, duas pessoas começaram a me perseguir, provavelmente tentando descobrir onde ele morava. Cheguei no hotel e liguei para a polícia. Felizmente, não deu em nada. Robert é superblindado, tem aqueles carros onde entra escondido... não dá para saber aonde ele vai.

Brad Pitt em Ad Astra - Tristan Fewings/Getty Images - Tristan Fewings/Getty Images
Imagem: Tristan Fewings/Getty Images
Continua depois da publicidade

Defendido por Brad Pitt

"Ad Astra" é bastante denso, assim como todos os filmes do diretor James Gray. No set, porém, o clima era outro...

James é um imitador cômico, tipo o Marcelo Adnet. Uma hora ele começou a me imitar perfeitamente, com os meus trejeitos e tudo. Brad viu e falou: 'Rodrigo, ele está te imitando? Sério?'. Aí o Brad começou a imitar o James pra me defender da zoação.

Brad Pitt e James Gray - Jon Kopaloff/FilmMagic - Jon Kopaloff/FilmMagic
Imagem: Jon Kopaloff/FilmMagic

Produtor também é fã

Eu tinha uns 15 anos quando vi o Brad Pitt em 'Thelma & Louise'. Virei fã. Depois ele foi estourando mais e mais, em 'Os 12 Macacos', 'Seven'... Quando pisei no set de 'Ad Astra' e vi o Brad na minha frente, não sabia mais o que eu era naquele momento. Produtor ou fã? É muito doido. Brad tem aquela presença forte, mas é muito generoso.

Continua depois da publicidade

Papo sobre futebol

Timothee Chalamet - Marc Piasecki/Getty Images - Marc Piasecki/Getty Images
Imagem: Marc Piasecki/Getty Images

Rodrigo produziu 'Me Chame pelo seu Nome', que alçou Timothée Chalamet à posição de queridinho de Hollywood.

A primeira coisa que ele falou quando me viu foi: VOCÊ É BRASILEIRO, ME FALE SOBRE O NEYMAR! Então passamos horas conversando. Ele herdou do pai, que é francês, a paixão pelo futebol.

greta gerwig - Toni Anne Barson/WireImage - Toni Anne Barson/WireImage
Imagem: Toni Anne Barson/WireImage

Tímida e muito cortês

O filme indie "Frances Ha", de 2012, também impulsionou a carreira de Greta Gerwig. Depois disso, Greta dirigiu a nova versão de "Adoráveis Mulheres" que lhe valeu uma indicação ao Oscar. Ela até hoje é grata a Rodrigo Teixeira.

Continua depois da publicidade

Ela virou essa pessoa superfamosa, mas, por incrível que pareça, é muito tímida. Na época em que foi indicada ao Oscar de direção por 'Lady Bird', ela me viu num restaurante e veio até a minha mesa me parabenizar por 'Me Chame pelo seu Nome', que concorria com o filme dela. E me agradeceu também. Disse que tudo começou com 'Frances Ha'. Fiquei muito emocionado com essa cortesia.

Scorsese - Dia Dipasupil/Getty Images - Dia Dipasupil/Getty Images
Imagem: Dia Dipasupil/Getty Images

Scorsese adora 'Vidas Secas'

Ter amigo famoso é muito chique. E, no caso de Teixeira, um deles é ninguém menos que Martin Scorsese. Juntos, o produtor e o diretor de "Bons Companheiros" e "O Irlandês" criaram, em 2014, um fundo para financiar cineastas emergentes de todo o mundo.

Já sentei com Scorsese, Brian de Palma e William Friedkin. Vira uma conversa de cinéfilos falando sobre cinema. O nível de cinefilia é surreal. Scorsese elogia muito os brasileiros. Gosta de Glauber Rocha, Fernando Meirelles, Walter Salles e Nelson Pereira dos Santos. 'Vidas Secas', aliás, é um filme que ele adora.

Continua depois da publicidade
Natalie Portman - Jeff Kravitz/FilmMagic - Jeff Kravitz/FilmMagic
Imagem: Jeff Kravitz/FilmMagic

Encontro com a diva

Rodrigo lembra de quando teve a oportunidade de jantar com Natalie Portman, numa dessas casualidades de Hollywood. Os dois têm uma amiga em comum.

Ela entrou no restaurante e veio aquele silêncio, aqueles olhares. É difícil explicar. Não tem nada a ver com Cauã Reymond brotando na sua frente. A gente está falando de estrelas globais, é outro nível

Atores são bem diferentes de roqueiros

Mesmo com todo esse status que as estrelas de Hollywood carregam, Rodrigo assegura não ter testemunhado nenhuma megalomania esquisita.

Continua depois da publicidade

O clima num set costuma ser profissional. O ator fica no trailer e sai para rodar a cena. Não faz pedidos bizarros, como 50 toalhas ou sei lá o quê. Tenho impressão de que isso é mais coisa de rockstar.

Rodrigo Teixeira - Daniele Venturelli/WireImage - Daniele Venturelli/WireImage
Imagem: Daniele Venturelli/WireImage
0