PUBLICIDADE
Topo

Ricardo Feltrin

"Globo não devia ter demitido Tarcísio e Glória", diz Tony Ramos

Tony Ramos, ator da Globo (ainda)  - Divulgação/ TV Globo
Tony Ramos, ator da Globo (ainda) Imagem: Divulgação/ TV Globo
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

19/09/2020 12h51

Em entrevista ao programa "A Grande Verdade", da rádio Energia 97 FM, o ator Tony Ramos disse ontem que a Globo jamais deveria ter demitido os veteranos Tarcísio Meira e Glória Menezes.

A entrevista foi dada à rádio ontem, dia em que a TV brasileira comemorou 70 anos.

Para Tony Ramos, os dois atores são ícones que ajudaram a fazer a história e também o nome da TV Globo.

"Eu tô te dando um depoimento aqui, eu fiquei triste, surpreso quando soube que não houve a renovação contratual dos meus queridos Glória e Tarcísio. É claro que vão chamá-los a qualquer momento (para trabalhar em alguma produção), mas (a Globo) não devia nunca ter tirado esses ícones da TV", declarou Ramos, 72 anos.

Glória e Tarcísio têm 85 e 84 anos, respectivamente.

Ramos aproveitou para falar sobre os formatos de contratos de artistas globais e o fim de muitos deles, o que vem ocorrendo na emissora nos últimos anos.

Ele afirmou ainda que não descarta que o mesmo aconteça com ele.

"Tenho um contrato que está valendo com a empresa, mas sei que estarei sujeito ao mesmo", disse.

Para o ator, a não renovação dos medalhões já vem de muito tempo e se deve à decisão de "não produção e de (a Globo) não saber o que está lá na frente".

O programa A Grande Verdade" é transmitido e exibido todos os dias das 16h30 na Energia 97FM. Ele é apresentado por Claudio Tognolli, Francine Mendes e Paulo Tadeu, sob o comando de Aldrin Mazzei.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook, Instagram e site Ooops

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL