PUBLICIDADE
Topo

Ricardo Feltrin

Propaganda em site pornô usa imagens de Chapelin e Tony Ramos

Uma das fotos utilizadas em propaganda de "gel sexual", divulgada em site pornográfico - Reprodução/Twitter
Uma das fotos utilizadas em propaganda de "gel sexual", divulgada em site pornográfico Imagem: Reprodução/Twitter
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

18/04/2020 11h34

Os jornalistas Sérgio Chapelin, Sandra Annenberg, Glória Maria e o ator Tony Ramos estão com suas imagens sendo utilizadas pelo anunciante de um produto que, supostamente, combate disfunção erétil.

O produto anunciado é um gel e a publicidade está aparecendo até este sábado (18) em todas as páginas do site Xvideos acessadas no Brasil. O Xvideos é considerado o maior site pornô do mundo.

Um médico urologista de São Paulo também é citado na peça publicitária.

Procurada, a Globo e os envolvidos não se manifestaram até o momento.

Por meio de sua assessoria, o médico disse que teve seu nome usado indevidamente, e que está tomando "todas as medidas cabíveis" (veja no final do texto).

Chapelin, 78, recém-aposentado da Globo, e o ator Tony Ramos, 71 anos, aparecem na publicidade como "garotos-propaganda".

No anúncio, ambos dão "depoimento" de como sofriam com a disfunção erétil e de como o produto "salvou" suas vidas conjugais.

"Chapelin tentou Viagra, mas sem sucesso. Na verdade, ele teve um resultado oposto", diz o texto da publicidade.

A propaganda também "informa" que Tony Ramos era outra "vítima" da disfunção erétil e que resolveu todos os problemas com o tal produto.

A publicidade faz uso ainda de montagens toscas e pornográficas usando o rosto de Chapelin.

Sandra Annenberg e Glória Maria aparecem na propaganda apenas como "coadjuvantes", em uma foto na qual estão abraçando Chapelin.

A peça publicitária traz ainda o nome de Bruno Benigno, um urologista que trabalha na zona sul de São Paulo.

Procurada para se manifestar sobre o caso, a Globo não respondeu até a publicação deste texto.

A assessoria do médico Bruno Benigno disse que ele já havia sido informado da publicidade e que seu nome foi usado indevidamente e sem qualquer autorização.

"Alguma pessoa sem caráter é autora disso, e já estamos tomando todas as medidas cabíveis", disse uma secretária do médico neste sábado.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook, Instagram e site Ooops