PUBLICIDADE
Topo

Shantal relata furto em sua loja de joias; prejuízo chega a R$ 1,8 milhão

De Splash, em São Paulo

06/06/2022 11h07

Shantal Verdelho contou que todo o estoque de sua marca de joias, a The Zion, foi furtado. Em sequência de Stories no Instagram, a influenciadora digital mostrou o local onde as peças ficavam todo vazio e com a mobília revirada.

Procurada por Splash, a assessoria de imprensa de Shantal informou que "estima-se que o prejuízo ultrapassa o valor de equivalente a 1,8 milhão de reais". Foi feito um boletim de ocorrência e a influenciadora foi ao 14º Distrito Policial, localizado no bairro de Pinheiros, em São Paulo, para prestar depoimento.

"Levaram tudo, tudo, tudo da Zion. Todas as nossas joias, todo o estoque que fizemos para abrir a loja nova do Shopping, todo o nosso trabalho de anos e anos, todo o nosso investimento", escreveu Shantal.

1 - Reprodução / Instagram - Reprodução / Instagram
Shantal relatou roubo em sequência de Stories no Instagram
Imagem: Reprodução / Instagram

A reportagem também entrou em contato com a SSP (Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo) que disse que o caso foi registrado e será investigado.

"A equipe da unidade solicitou perícia ao local e vai analisar as imagens da câmera de segurança para o esclarecimento e elucidação dos fatos. Detalhes serão preservados para garantir a autonomia do trabalho policial", informou a corporação em nota.

No início deste ano, Shantal teve sua casa invadida. Também em relatos nas redes sociais, ela contou que teve o celular roubado e afirmou desconfiar de quem possa ter passado informações de que o local estaria vazio no momento da invasão.

Confira o relato de Shantal na íntegra:

Eu quis resguardar o assalto da minha casa, com medo, mas resguardar fez com que nada fosse descoberto. Mexeram com as minhas coisas e deixei pra lá, mas agora mexeram com a minha família e com as coisas da minha família e eu vou atrás de quem fez até no 'quinto dos infernos'.

A gente começou essa empresa no closet do Matheus, colocamos uma impressora, sentávamos no chão e fomos fazendo joia por joia, sem copiar ninguém, joias com filosofias e mensagens do bem, feitas em família. Desenhadas pela minha mãe, feitas pela minha tia, cuidadas pela minha irmã, divulgadas por mim.

A empresa cresceu, pegamos a maior parte do nosso dinheiro para investir em joias para abrir uma loja e 'pimba', levaram tudo.

Graças a Deus as joias dos clientes que tinham comprado estavam em um lugar diferente e não levaram. De resto, todo o nosso estoque, levaram tudo.