PUBLICIDADE
Topo

Doença de filho de Sinead O'Connor impediu cantora de vir ao Brasil em 2015

Sinead O"Connor - Stephen Lovekin/Getty Images
Sinead O'Connor Imagem: Stephen Lovekin/Getty Images

De Splash, em São Paulo

08/01/2022 15h07

Há pouco mais de seis anos Sinead O'Connor cancelou quatro shows que faria no Brasil e outras apresentações na América do Sul para cuidar da saúde de seu filho, Shane O'Connor, que morreu ontem aos 17 anos.

Na época, o comunicado do cancelamento dos shows informava que o garoto de 11 anos estava hospitalizado sem dar mais detalhes sobre o estado de saúde. A intenção era remarcar os shows, mas a cantora não retornou.

Os shows de 2015 seriam os primeiros da cantora irlandesa no Brasil. Ela, que ficou famosa em 1990 com a música "Nothing Compares 2U", apresentaria o repertório do disco "I'm Not Bossy, I'm The Boss", lançado em agosto de 2014 e último disco completo da carreira.

Shane O'Connor foi encontrado morto ontem pela polícia irlandesa após fugir de um hospital onde estava internado em observação após duas tentativas de suicídio.

Caso você esteja pensando em cometer suicídio, procure ajuda especializada como o CVV e os CAPS (Centros de Atenção Psicossocial) da sua cidade.

O CVV (https://www.cvv.org.br/) funciona 24 horas por dia (inclusive aos feriados) pelo telefone 188, e também atende por e-mail, chat e pessoalmente. São mais de 120 postos de atendimento em todo o Brasil.