PUBLICIDADE
Topo

'Rust': Alec Baldwin diz que não puxou gatilho de arma que matou diretora

De Splash, em São Paulo

01/12/2021 16h32

Alec Baldwin disse que não puxou o gatilho da arma que matou a diretora de fotografia Halyna Hutchins no set de filmagem de "Rust".

A primeira entrevista do ator após a tragédia foi concedida à rede de televisão norte-americana ABC e será exibida amanhã.

Em trecho divulgado no Twitter, Baldwin aparece chorando ao lembrar do acidente. Ele insistiu que nunca apontaria uma arma para alguém e atiraria.

Bem, o gatilho não foi puxado. Eu não puxei o gatilho. disse Alec Baldwin

O acidente

A diretora de fotografia Halyna Hutchins morreu no dia 21 de outubro, vítima de um disparo acidental feito por Alec Baldwin que, em tese, deveria ter usado uma arma cenográfica, mas, segundo os investigadores do caso, a munição que estava dentro da pistola era real.

Ela chegou a ser socorrida de avião para o Hospital da Universidade do Novo México, mas não resistiu e morreu em decorrência dos ferimentos. Além de Halyna, o ator também feriu o diretor do filme, Joel Souza, de 48 anos, que logo após o acidente teve alta do hospital.

Até o momento, ninguém foi indiciado, mas a polícia já tem uma suspeita sobre como a munição real foi parar no set do filme.

Um detetive do Departamento do Condado de Santa Fé foi informado por Hannah Gutierrez-Reed, armeira de "Rust", que a munição para a produção foi comprada de Seth Kenney, do estabelecimento "PDQ Arm & Prop, LLC". A informação é do site americano "The Hollywood Reporter".

'Vingadores', 'Deadpool' e outras gravações que já tiveram acidentes fatais