PUBLICIDADE
Topo

Susto com 'crocodilo' e 'poção' ilegal: Anitta e Pedro Sampaio causam no PA

Anitta e Pedro Sampaio nas gravações de clipe no Pará
Anitta e Pedro Sampaio nas gravações de clipe no Pará
Reprodução/Twitter

De Splash, em São Paulo

30/11/2021 14h22Atualizada em 30/11/2021 14h22

Anitta e Pedro Sampaio pararam a cidade de Belém, no Pará, para gravação do clipe de uma nova música. Segundo especulações dos fãs, o projeto se chama "No chão da Novinha" — mas o nome ainda não foi confirmado.

A chegada dos artistas levou o público à loucura. Vídeos divulgados nas redes sociais mostram pessoas aglomeradas em volta de um dos locais da gravação gritando bastante:

Continua depois da publicidade

Como era de se esperar, Anitta rebolou muito:

E não parou nem de baixo de chuva.

As influenciadoras Leona Vingativa e Ruivinha de Marte também participaram das gravações.

Anitta, inclusive, reproduziu o memorável meme com Leona.

Não entendeu? A gente traduz:

Meu nome é Nati Natini Natili Lohana Savic de Albuquerque Pampic de La Tustuane de Bolda, mais conhecida como Danusa Deise Medly Leona Meiry Cibele de Bolda de Gasparri. A mulher jamais falada. A menina jamais igualada. Conhecidíssima como a noite de Paris!

Continua depois da publicidade

No segundo cenário de gravações, Anitta e Pedro gravaram junto do Crocodilo Prime. A cantora, inclusive, entrou na boca do bicho.

E ficou presa:

Mas logo ficou tudo bem e ela voltou a rebolar.

Também não poderia falar o famoso bordão de Pedro Sampaio (que é o nome dele separado por sílabas).

E por fim, antes de ir embora, Anitta visitou o mercado Ver-o-Peso e aproveitou para comprar uma "poção do amor" — o perfume de bota. A finalidade é do produto é atrair homens (será que ela precisa?)

Continua depois da publicidade

"Aproveitei que tô aqui pra pegar um oleozinho da bota. Pra quê? Pra pegar os boys de jeito", explicou a cantora.

No entanto, segundo o portal Em Tempo, ambientalistas garantem que usar o produto é crime ambiental, já que o boto cor-de-rosa entrou para a lista vermelha de animais em perigo de extinção da União Internacional para Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN), em dezembro do ano passado.