PUBLICIDADE
Topo

Repórter é apalpada ao vivo e colega minimiza assédio: 'Não fique brava'

Greta Beccaglia foi apalpada ao vivo enquanto cobria um jogo, e resposta de colega chocou telespectadores - Reprodução/Instagram
Greta Beccaglia foi apalpada ao vivo enquanto cobria um jogo, e resposta de colega chocou telespectadores Imagem: Reprodução/Instagram

De Splash, em São Paulo

29/11/2021 12h47

A jornalista Greta Beccaglia passou por um episódio de assédio sexual ao vivo no último sábado (27), enquanto cobria o fim de um jogo de futebol entre os times Empoli e Fiorentina na Itália.

Um torcedor que saía do estádio apalpou a jornalista, que respondeu: "Com licença, você não pode fazer isso". O apresentador Giorgio Micheletti, que estava no estúdio, minimizou a situação: "Continue, não fique brava".

"Eu me senti indignada, violada. Para aquela pessoa, eu era como um poste a ser chutado para descarregar a raiva. Eles não eram fãs, eram algozes", contou a jornalista ao site italiano 27esimaOra.

Eu me senti impotente. Fiquei chocada com o olhar daqueles torcedores, eles eram ferozes, como algozes. Mas também me machucou que ninguém ao meu redor disse nada. Todos viram, mas ninguém disse ou fez nada. Greta Beccaglia

O episódio teve grande repercussão na Itália, e Greta agradeceu nas redes sociais o apoio dos telespectadores e fãs.