PUBLICIDADE
Topo

Co-fundador do Public Enemy é preso acusado de violência doméstica nos EUA

Flavor Flav, do Public Enemy, foi preso acusado de violência doméstica - Reprodução/Instagram
Flavor Flav, do Public Enemy, foi preso acusado de violência doméstica Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para Splash, em São Paulo

19/10/2021 11h54Atualizada em 19/10/2021 12h05

Flavor Flav, um dos fundadores do Public Enemy, foi preso em Nevada, nos Estados Unidos, após uma acusação de violência doméstica.

De acordo com reportagem do portal "TMZ", o músico foi detido pela polícia de Henderson no dia 5 de outubro. As autoridades foram chamadas à casa de Flav e o levaram para o Centro de Detenção da cidade.

O site norte-americano teve acesso à denúncia contra o artista. Nela, consta que ele supostamente enfiou o dedo no nariz da pessoa não identificada, a agarrou e a jogou no chão, além de ter arrancado um telefone da mão da vítima.

O procurador da cidade de Henderson contou ao site que Flav foi oficialmente acusado de agressão por violência doméstica. Já o advogado do músico, David Chesnoff, afirmou: "Em casos de alegada violência doméstica, geralmente há dois lados da história e vamos explicar nosso lado no tribunal, e não na mídia".

O empresário de Flavor Flav disse que hoje o co-fundador do Public Enemy celebra seu primeiro ano de sobriedade, além já ter completado 15 meses desde que abandonou seu vício em cigarros.

Esta não é a primeira vez que Flav é acusado de agressão: ele foi detido em outubro de 2012 pela acusação de agressão contra sua noiva e o filho dela, de 17 anos, a quem o músico ameaçou com uma faca de açougueiro. Na época, ele foi solto após o pagamento de uma fiança de US$ 23 mil.