PUBLICIDADE
Topo

Justiça rejeita um dos processos de agressão sexual contra Marilyn Manson

Marilyn Manson - Reprodução / Twitter
Marilyn Manson Imagem: Reprodução / Twitter

De Splash, em São Paulo

16/09/2021 12h20

Um dos processos movidos contra Marilyn Manson por agressão sexual foi indeferido pela Justiça dos Estados Unidos.

De acordo com a People, um juiz de Los Angeles arquivou o caso após decidir que a acusadora do artista de 52 anos, identificada como Jane Doe, fez alegações que "não são suficientes para invocar a regra de descoberta atrasada" para contornar o período de prescrição.

Na ação, a mulher alegou que Manson a estuprou e abusou sexualmente dela diversas vezes durante seu relacionamento em 2011, mas que ela havia "reprimido" suas memórias até fevereiro deste ano, quando outras mulheres se apresentaram para acusar publicamente o cantor.

O tribunal deu à Jane Doe 20 dias para reabrir o processo com detalhes adicionais.

Manson ainda enfrenta outros três processos — por abuso sexual, agressões e assédio — movidos pela pela atriz Esmé Bianco, pela modelo Ashley Morgan Smithline e por uma antiga assistente.