PUBLICIDADE
Topo

Splash Explica

Tá em dúvida? Chega mais que a gente te explica!


Gay-for-pay: noivo de Raíssa e outros héteros fazem pornô gay por dinheiro

Victor Ferraz fez carreira no pornô gay mesmo se identificando como hétero
Victor Ferraz fez carreira no pornô gay mesmo se identificando como hétero
Instagram/Reprodução

Daniel Palomares

De Splash, em São Paulo

04/10/2021 17h54

O noivo de Raissa Barbosa, Victor Ferraz, fez fama como ator de filmes adultos voltados para o público gay. Porém, após reatar o relacionamento e se tornar noivo da ex-A Fazenda, decidiu abandonar o ramo da pornografia.

A decisão de parar com tudo foi única e exclusivamente minha. Não só porque vai ser melhor para o meu casamento, mas também porque acredito que 'já deu' para mim. Quero seguir uma nova vida. Não me arrependo de nada.

contou Victor, cujo verdadeiro nome é Wellington, para o "Gay Blog"

Continua depois da publicidade
rtgtge - Instagram/Reprodução - Instagram/Reprodução
Wellington, conhecido como Victor Ferraz, ficou noivo de Raissa Barbosa
Imagem: Instagram/Reprodução

Mesmo atuando em filmes pornôs gays e fazendo sexo com outros homens em frente às câmeras, Wellington se afirma como heterossexual. Mas a situação do ator não é novidade na indústria pornô e ganha até um nome especial: gay-for-pay.

Mas, afinal, o que é gay-for-pay?

Gay-for-pay (em tradução livre do inglês: "gay-por-pagamento") é como são conhecidos atores que, como Wellington, se reconhecem como héteros, mas praticam sexo gay em filmes pornográficos. A prática já é antiga na indústria pornô e em muitos casos, os atores são até casados com mulheres.

Johnny Rapid, famoso ator pornô americano, fez sucesso sendo passivo com mais de 180 parceiros diferentes em filmes pornô gay, mas, na vida real, é casado com uma mulher desde 2010 e pai de uma criança. Em 2015, após anos dizendo ser hétero, Johnny assumiu a bissexualidade.

htthrtrth - Twitter/Reprodução - Twitter/Reprodução
Johnny Rapid se identificava como hétero no início da carreira
Imagem: Twitter/Reprodução
Continua depois da publicidade

Outros atores como Vadim Black e Ben, conhecido como Sean na indústria, ainda se identificam como héteros, mesmo com uma longa carreira no pornô gay. Um pouco de suas rotinas foi mostrado no documentário "True Life" da MTV, exibido em 2019.

Como conseguem?

Você deve estar se perguntando como um cara hétero consegue se excitar durante uma cena com outro homem, sendo que ele se atrai por mulheres. Segundo Victor, noivo de Raissa, todos os atores pornô usam medicamentos para conseguir ereções.

Todo ator, seja no pornô hétero ou pornô gay, sempre toma Viagra. Nunca fiz uma cena na vida sem tomar Viagra. Nunca fiz um atendimento na vida sem tomar Viagra. Até os passivos tomam.

conta Victor em entrevista ao canal "Pheeno"

Ele não nega, porém, que já tenha sentido prazer durante uma cena com outro homem. "Se eu falar que na hora de uma gravação, não sinto tesão com um cara fazendo oral em mim, estaria mentindo", admite, na mesma entrevista.

Continua depois da publicidade

Por que pornô gay?

Se os atores são heterossexuais e querem investir na pornografia, por que não gravar vídeos com mulheres? A resposta pode estar no cachê. O dinheiro conquistado no pornô gay pode ser muito maior do que no pornô hétero.

De acordo com o documentário "I'm a Porn Star: Gay4Pay" de 2016, o valor recebido por uma diária de 8 horas de gravação no pornô gay pode ser de até U$ 5 mil, cerca de R$ 25 mil. Enquanto isso, atores no pornô hétero recebem apenas algumas centenas de dólares por cena.

Fetiche?

Charlie David, diretor do documentário, acredita que o sucesso de atores hétero no pornô gay se deve a uma "homofobia internalizada" do público gay que valoriza mais homens masculinos e viris e até mesmo héteros do que rapazes que se identifiquem como homossexuais.

Eddie Stone, ator pornô abertamente gay, também defende que exista uma curiosidade em ver homens héteros transando com outros homens. "Os gays gostam de ver um hétero nu, transando com outro homem. É um tabu, é como se fosse algo inalcançável", defende no documentário.

Continua depois da publicidade

O povo reclama que o Victor Ferraz é hétero, mas minhas redes continuam crescendo e tendo mais sucesso. Acho que bombo exatamente pelo fato de dizer que sou hétero.

opinou Victor no papo com o "Pheeno"