PUBLICIDADE
Topo

Ellen DeGeneres: acusações de bullying pareceram 'orquestradas e misóginas'

Ellen Degeneres sentiu que ataques foram "misóginos e coordenados" - Doug Inglish/Warner Brothers/NBCU Photo Bank via Getty Images
Ellen Degeneres sentiu que ataques foram 'misóginos e coordenados' Imagem: Doug Inglish/Warner Brothers/NBCU Photo Bank via Getty Images

De Splash, em São Paulo

13/05/2021 10h08

Ellen DeGeneres acredita que as denúncias de bullying, intimidação e racismo que afetaram a produção de seu talk show no ano passado foram "orquestradas e coordenadas demais" — além de terem tido uma motivação possivelmente misógina, por ela ser uma mulher.

A apresentadora falou sobre sua experiência com as acusações, que levaram a um pedido de desculpas público e à demissão de vários produtores do "Ellen", em entrevista ao "Today Show". Na tarde de ontem, DeGeneres anunciou que o seu programa terminaria em 2022.

Eu ainda não entendo [o que aconteceu]. Foi orquestrado demais, coordenado demais. E sabe, a internet pega no pé das pessoas às vezes, mas por quatro meses seguidos eles só falavam de mim. [...] E eu tenho que dizer, mesmo que ninguém mais diga, que tudo isso foi muito interessante, porque eu sou uma mulher. Senti que foi um pouco misógino."
Ellen DeGeneres ao 'Today'

A norte-americana também repetiu que não sabia sobre o ambiente tóxico nos bastidores de seu programa. "Foi chocante, porque todo convidado que eu recebia me dizia o mesmo: que este era um lugar positivo, e feliz", comentou.

Aos que dizem que, como estrela e produtora do programa, ela deveria estar a parte de como era o ambiente de trabalho, Ellen também tem uma resposta pronta.

Como eu poderia saber? Há 255 funcionários aqui, e nosso programa é produzido em muitos prédios diferentes. Só se eu ficasse aqui todos os dias até a última pessoa ir para casa. É meu nome no programa, então claramente isso me afeta, e eu preciso ser a pessoa a me levantar e dizer que esse tipo de coisa não pode ser tolerada. Mas eu gostaria que alguém tivesse vindo até mim antes, e dito: 'Tem algo que você precisa saber'."
Ellen DeGeneres no 'Today'