PUBLICIDADE
Topo

Sharon Stone relembra hemorragia cerebral: 'Dor gigantesca'

Sharon Stone supreende com selfie aos 62 anos - Reprodução/Intagram
Sharon Stone supreende com selfie aos 62 anos Imagem: Reprodução/Intagram

Colaboração para Splash, em São Paulo

06/05/2021 13h49

Sharon Stone relembrou em entrevista ao programa "Good Morning Britain" um dos momentos mais difíceis de sua vida, quando sofreu uma hemorragia cerebral e os médicos alegaram que ela só tinha 1% de chance de sobreviver.

O ocorrido foi em 2001. "Quando isso aconteceu comigo, tive todas aquelas coisas de que a maioria das pessoas fala, como o fato de você ver uma luz, sair do seu corpo, ter uma sensação de ser puxado para fora e para cima."

Ela completa dizendo que teve a sensação de ver as pessoas morrendo antes e de se comunicar com elas, de forma efêmera. "E, de repente, tive uma dor imensa, como se tivesse levado um chute no peito".

Essa não é a primeira vez que a atriz fala sobre o acidente, em entrevista à revista Elle americana em março deste ano, dizendo que a recuperação levou mais de 7 anos para acontecer.

"Depois da hemorragia, descobri que, de repente, eu não era ninguém, que mais uma vez era a última da fila. Eles me operaram por sete horas e 22 bobinas foram inseridas em meu cérebro. Fui salva, mas levei sete anos para me recuperar. E houve momentos em que acreditava que nunca mais seria a mesma", contou.

"Além disso, o derrame ocorreu em um momento particularmente difícil. Meu segundo marido e eu estávamos prestes a nos divorciar - por que estar com alguém que não te ama mais? A batalha pela custódia do meu filho Roan tornou a situação ainda mais dolorosa. Eu passei por muito. Eu tive que hipotecar novamente minha casa. Perdi tudo o que possuía. Perdi meu nicho na indústria", finalizou.

Sharon fala dessa e outras histórias em sua biografia "The Beauty of Living Twice", que ainda não foi lançada no Brasil.