PUBLICIDADE
Topo

Assessor de Leonardo pode ter morrido com 2 tiros acidentais, diz polícia

Abinoan Santiago

Colaboração para o UOL, em Florianópolis

05/03/2021 13h24Atualizada em 05/03/2021 16h38

A Polícia Civil de Goiás informou hoje que a investigação preliminar descarta homicídio ou suicídio para a morte de Newton Rodrigues da Silva Passini, mais conhecido como Passim, assessor do cantor Leonardo. Ele foi encontrado morto na noite de ontem, na Fazenda Talismã, em Jussara, interior de Goiás.

A principal linha de investigação aponta para uma morte por dois tiros acidentais "em razão de disparos de arma de fogo ocorridos durante manuseio de uma arma, somado à ausência de socorro médico". Um projétil atingiu o punho esquerdo dele enquanto o outro, a perna esquerda próximo ao joelho.

Segundo o delegado Kléber Toledo, do GIH (Grupo de Investigação de Homicídios), as hipóteses de suicídio foram afastadas após perícia dos investigadores da Polícia Civil e Politec (Polícia Técnico-Científica) e oitiva informal das testemunhas que estavam na fazenda.

Passim teria morrido por volta das 2h de ontem, sendo encontrado morto somente às 12h30 do mesmo dia. Os disparos são de uma arma Glock 380. De acordo com a Polícia Civil, estavam na fazenda no momento do encontro do cadáver a vítima e mais três pessoas - que dormiam em cômodos distantes uns dos outros.

Toledo explicou que, como as investigações preliminares apontam para uma morte acidental, o inquérito deverá ser remetido para a delegacia local, de Jussara. A investigação ainda ouvirá formalmente as testemunhas da fazenda e analisará os laudos periciais.

"Com a Politec, realizamos entrevistas com as pessoas que se encontravam na fazenda e perícia no local. Com base nisso, chegamos a uma conclusão preliminar de que a morte foi resultado de um manuseio incorreto e imprudente de uma arma de fogo. Como não se trata de um homicídio, preliminarmente, as demais apurações ficarão sob a responsabilidade da Delegacia de Jussara. As conclusões, claro, dependem agora dos depoimentos e laudos", confirmou.

O UOL questionou a Polícia Civil para saber se a arma tinha registro e de quem era, mas não houve retorno ainda.

Leonardo se despede do amigo

Leonardo se pronunciou sobre a morte de Passim, o seu assessor e amigo de longa data.

Perdi meu primo-irmão, amigo, companheiro e parceiro de todas as horas, minha segunda voz da vida! O cara mais adorado e amado que conheço, estamos sem chão, uma dor que pensava nunca mais sentir na vida."
Leonardo sobre morte de assessor

O cantor arrematou a postagem com um apelo para a fé: "Deus, meu Pai, nos ajude a aceitar seu propósito e abençoe nossa família e amigos, a esposa Vânia e os filhos Hugo e Igor, que ele tanto amava, os irmãos... Ajude todos que não estão conseguindo acreditar nessa terrível tragédia".

Filho presta homenagem

Passim atuava havia 30 anos no meio musical e também cuidava da carreira do filho do sertanejo, Zé Felipe. As informações sobre o velório e o enterro, que devem ocorrer em Goiânia, onde o assessor morava, ainda não foram divulgadas.

No perfil de Passim, Hugo Rodrigues, filho do assessor, escreveu uma homenagem: "Estou postando essa música aqui para o meu pai, que era a que ele mais gostava de ouvir e cantar. Sempre quando estávamos juntos tomando uma ele pedia 'coloca aquela meu filho', e sempre era essa. Deixo essa linda lembrança de você aqui, papai. Te amo".

Já em seu perfil, Hugo também postou: "Nos deixou tão de repente, pai... Não tivemos tempo nem de nos abraçar, nem de te falar um último 'eu te amo', como falávamos todo dia. Sempre falei para o senhor, se eu fosse a metade do homem que você é, eu já seria um filho realizado".

Pode ter certeza meu pai, que você deixou um legado lindo, uma família linda que sempre vai te carregar no coração por onde formos. Não tive a honra de te dar um neto para te chamar de vô, mas pode ter certeza que, quando vier, era terá o seu nome... nossa trajetória não acabou aqui, pai, eu vou te encontrar ainda. Me espera, meu velho. Te amo e sempre vou te amar, o homem com o coração mais lindo que tive a honra de compartilhar a minha vida."
Hugo Rodrigues homenageia o pai

Amigos lamentam

Na manhã de hoje, a mulher de Leonardo, Poliana Rocha, postou uma homenagem ao amigo de longa data da família. Vídeos mostram Leonardo e companhia celebrando o aniversário de Passim.

Fazia sim, com muito amor, questão de comemorar seu aniversário, sua vida. Sabe por quê? Porque você sempre será uma das pessoas mais importantes e amadas por mim e por minha família. Com você, a vida era leve, o riso era fácil, o sono mais tranquilo, a comida sempre quentinha, a proteção diária, a amizade leal e verdadeira, o companheirismo constante... Enfim, perto de você, tudo era mais leve."
Poliana Rocha sobre Passim, assessor de Leonardo

A morte de Passim repercutiu entre artistas, amigos e fãs do cantor Leonardo, que fizeram muitas homenagens nas redes sociais, exaltando sua simpatia e cordialidade.

O assessor fazia parte da empresa Talismã Music, que representava, além de Leonardo, outros nomes da música sertaneja: Zé Felipe, filho do cantor e Poliana Rocha, é um deles, e compartilhou um vídeo ao lado do amigo nas redes sociais, lamentando a perda.

Nas imagens, Zé Felipe aparece brincando com Passim e pede para que ele "não morra nunca". "Não dá pra acreditar", escreveu na legenda.

Virgínia Fonseca, noiva do cantor, também se pronunciou sobre a perda nas redes sociais. "Luto. Infelizmente perdemos uma pessoa muito especial para nós! Que Deus conforte a família. Vamos sentir sua falta, Passim."

Passim - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Virginia lamenta morte de Passim
Imagem: Reprodução/Instagram

Valéria Barros, outra assessorada da Talismã, também reagiu à notícia no Instagram. "Não dá pra acreditar que perdemos nosso 'campanhero', meu Deus... Que tristeza, meu coração tá partido", escreveu.