PUBLICIDADE
Topo

Xuxa critica critério da prisão de Belo: 'O presidente cria aglomeração'

Xuxa criticou a seletividade na aplicação das leis - Reprodução/GShow
Xuxa criticou a seletividade na aplicação das leis Imagem: Reprodução/GShow

De Splash, em São Paulo

18/02/2021 18h59

Xuxa foi mais uma celebridade a sair em defesa do cantor Belo e criticar o fato de ele ter sido preso após fazer um show em uma escola pública no Rio. A apresentadora lembrou que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) também cria aglomerações e não foi punido por isso.

"O filho do presidente participa de festinha em casa de veraneio (lembra que gravaram?) e ninguém fez nada. O próprio presidente cria aglomeração e tumulto, fotografa com pessoas que vão vê-lo e nada acontece", escreveu Xuxa nos comentários de uma postagem no Instagram.

Ela se indignou com a seletividade da aplicação das leis, já que Belo está sendo investigado — entre outras coisas — pelo crime de epidemia.

"As praias estão lotadas, bares aqui no Rio entupidos. Por que a lei serve para uns e não para outros? Qual é o critério de escolha? Esse sim e esse não? Ser artista hoje em dia é errado e ser político ou gostar dessa política é correto, por quê?", questionou Xuxa.

Entenda o caso

O cantor teve prisão preventiva decretada ontem após participar de um show no Complexo da Maré, Zona Norte do Rio, durante a pandemia do novo coronavírus. O evento aconteceu na última sexta (12) e não foi autorizado pela Secretaria Municipal de Saúde e nem pela Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro.

"A responsabilidade sobre os protocolos sanitários de eventos em que eu me apresento, assim como todos os artistas, é exclusiva dos contratantes. É o mesmo caso da escolha do local em que as apresentações ocorrem. Garanto a segurança do meu staff e me preocupo com a proteção do público, mas quem responde por ela, nesse caso, era da produtora que me chamou para cantar", defendeu o artista, que ainda afirmou que o convite foi "oficializado contratualmente" e que todos os trâmites são legais e ficarão comprovados na Justiça.

"Nesse contexto, agradeço minha mulher, Gracyanne, por estar comigo ontem. Uma fortaleza. E aos membros da nossa família e de toda a classe artística, bem como os meus fãs, que se mobilizaram para perguntar o óbvio: 'Por que só o Belo?'. Nós também não entendemos."