PUBLICIDADE
Topo

Série do YouTube vai mostrar overdose de Demi Lovato em 2018 e recuperação

Série de Demi Lovato terá 4 episódios disponibilizados gratuitamente no YouTube - Reprodução/Instagram
Série de Demi Lovato terá 4 episódios disponibilizados gratuitamente no YouTube Imagem: Reprodução/Instagram

De Splash, em São Paulo

13/01/2021 15h31

"Demi Lovato: Dancing with the Devil", série documental sobre a saúde mental da cantora, ganhou data de estreia e chegara ao canal ofical dela YouTube no dia 23 de março.

O projeto terá quatro partes — sendo que duas delas serão lançadas já na data de estreia — e busca retratar os momentos em que Demi lidava com seus traumas e percebia a importância da saúde física, emocional e mental, incluindo uma overdose quase fatal em 2018.

Há dois anos enfrentei o momento mais difícil da minha vida e agora estou pronta para compartilhar minha história com o mundo inteiro. Pela primeira vez vocês poderão ver o meu ponto de vista sobre minha história de luta e cura. Sou grata por ter conseguido encarar meu passado e finalmente compartilhar minha jornada com o mundo. Declarou Demi.

A série documental dirigida e produzida por Michael D. Ratner, da OBB Pictures, promete mostrar os últimos três anos da cantora, com imagens da turnê Tell Me You Love Me. A sequência de show incluía datas em São Paulo, Recife, Fortaleza e Rio de Janeiro, que acabaram sendo canceladas para que Demi Lovato pudesse se recuperar da overdose.

"Demi Lovato: Dancing with the Devil" é uma sequência do popular documentário "Simply Complicated", lançado em 2017 e atualmente com mais de 35 milhões de visualizações no YouTube.

"A vontade de Demi de explorar os elementos mais sombrios de sua vida vai fazer com que o público compreenda completamente tudo o que ela passou e para onde ela está indo", declarou Ratner sobre a série, que promete dar sequência ao documentário "Simply Complicated", de 2017.

"Demi representa o empoderamento, e este documentário vai responder muitas perguntas — trazendo uma visão íntima da vida de uma das maiores estrelas do mundo, que no fim é apenas um ser humano como todos nós", diz o diretor e produtor executivo.