PUBLICIDADE
Topo

Mauricio Stycer

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

JN ignora pesquisa do Datafolha que mostra Lula à frente de Bolsonaro

Lula e Bolsonaro - Amanda Perobelli/Reuters e Marcos Corrêa/Presidência da República
Lula e Bolsonaro Imagem: Amanda Perobelli/Reuters e Marcos Corrêa/Presidência da República
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

13/05/2021 01h19

A primeira pesquisa do Datafolha sobre a eleição de 2022 desde que o STF anulou as condenações judiciais do ex-presidente Lula (PT), divulgada na tarde desta quarta-feira (12), foi uma das principais notícias do dia. Mas não mereceu menção no "Jornal Nacional", o principal telejornal do país.

A pesquisa mostra que Lula lidera a corrida para a Presidência com folga sobre o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e também o venceria no segundo turno.

O JN vem divulgando desde 2019 as pesquisas do Datafolha sobre a avaliação de Bolsonaro. Este ano, já havia reproduzido os dados de dois levantamentos, em janeiro e em março. O "Jornal da Globo" nesta quarta-feira informou os números mais atuais sobre a aprovação do presidente, a mais baixa desde que assumiu.

É fato que o principal telejornal da Globo não tem divulgado pesquisas sobre intenção de voto em 2022. É uma prática da emissora. Mas ignorar o Datafolha desta quarta-feira é fechar os olhos para uma notícia de impacto em todas as áreas e mostra que algumas práticas não se justificam. Os números da pesquisa repercutiram nos principais veículos de informação do país.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL