PUBLICIDADE
Topo

Receba os novos posts desta coluna no seu e-mail

Email inválido
Seu cadastro foi concluído!
reinaldo-azevedo

Reinaldo Azevedo

mauricio-stycer

Mauricio Stycer

josias-de-souza

Josias de Souza

jamil-chade

Jamil Chade

Mauricio Stycer

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Fiuk é o participante que mais irritou Leifert em cinco anos de BBB

Conteúdo exclusivo para assinantes
Mauricio Stycer

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o "Lance!" e a "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Adeus, Controle Remoto" (editora Arquipélago, 2016), "História do Lance! ? Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo? (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011). Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Colunista do UOL

26/04/2021 14h48

No comando do "Big Brother Brasil" desde 2017, Tiago Leifert já perdeu a paciência várias vezes com os participantes, seja por falta de envolvimento no "game", seja por comportamentos inadequados. Mas a irritação que o apresentador demonstra por Fiuk não tem paralelo nestas cinco edições.

No "BBB 17", Leifert se irritou com o diplomata Rômulo e o médico Marcos em mais de uma ocasião. No "BBB 18", manifestou publicamente descontentamento com Nayara, que militou contra o racismo dentro do programa. E também se irritou com Patrícia, Diego e Caruso, que combinaram trocar placas num "jogo da discórdia" - a atividade chegou a ser cancelada.

No "BBB 19", ele perdeu a paciência com Rizia, que fugiu de responder a uma pergunta básica - por que excluiu Rodrigo da prova do líder?

No "BBB 20", o apresentador não gostou quando Guilherme quis falar sobre as acusações de assédio a Pyong. Também se irritou com Gabi Martins uma vez e quase perdeu a paciência com Daniel quando ele pegou uma barata - mas quem não perderia a paciência com Daniel? Sem falar nos momentos em que o sangue subiu à cabeça por causa de Manu Gavassi.

Todos esses episódios foram pontuais. Nada que configure uma antipatia clara, como a que Leifert vem demonstrando por Fiuk nesta edição.

O momento mais recente ocorreu nesta segunda-feira, quando o apresentador zombou da irritação que o cantor sentiu após uma trolagem da produção no domingo. Leifert fez questão de expor o seu prazer com a piada ("martelo.mp3") reproduzindo-a em sua conta no Instagram.

Na semana passada, após Fiuk reclamar da sua falta de sorte, Leifert o comparou a Hardy, personagem do desenho animado "Lippy & Hardy", do estúdio Hanna-Barbera ("ó vida, ó azar!").

Em campanha contra as "plantas" e contra quem "pipoca" no jogo, Leifert sempre pressiona os participantes, mas saiu do tom com Fiuk há duas semanas quando o cantor se recusou a dizer quem ele não queria que ganhasse o programa.

Fiuk já levou bronca por pedir para fumar durante uma prova ("Ah, Fiuk... Vamos lá. Arthur, faz o sorteio"), foi alvo de deboche após comentar a eliminação numa disputa ("Ah você não imaginou que não podia sentar em uma prova de resistência?") e, mais recentemente, foi ignorado quando manifestou uma dúvida sobre uma regra da prova do líder.

Enfim, Fiuk pode se considerar premiado por ter conseguido tirar a paz do apresentador tantas vezes numa edição.