PUBLICIDADE
Topo

Mauricio Stycer

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Ludmilla toma o lado de João em show no BBB e amplifica crítica ao racismo

BBB 21: Ludmilla canta e manda recados aos brothers - Reprodução/Globoplay
BBB 21: Ludmilla canta e manda recados aos brothers Imagem: Reprodução/Globoplay
Conteúdo exclusivo para assinantes
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

04/04/2021 01h29Atualizada em 04/04/2021 12h19

Assim que terminou seu show no "BBB 21", neste sábado (03), Ludmilla foi ao Twitter e escreveu: "O black do João é mais lindo ainda pessoalmente", acompanhado de uma carinha sorridente com os olhos em forma de coração.

A menção ao cabelo do professor esclareceu de vez uma observação feita durante o show, que foi entendida como uma "indireta". Disse Ludmilla: "A próxima música que vou cantar agora fala sobre uma coisa que o mundo está precisando, que é respeito. Respeita o nosso funk, respeita a nossa cor, respeita o nosso cabelo. Respeita caral**!"

O episódio deixou claro que Ludmilla trouxe informações de fora para dentro da casa, o que caracteriza uma interferência e contraria um princípio básico do reality show. A cantora nega que tenha se referido a João.

Como se sabe, João foi alvo de comentários sobre o seu cabelo na tarde deste sábado, enquanto ajudava Rodolffo e Caio a vestirem a fantasia do monstro - um "homem das cavernas", com o cabelo desgrenhado.

Rodolffo - Reprodução/ Globoplay - Reprodução/ Globoplay
BBB 21: Rodolffo vestido de homem da caverna
Imagem: Reprodução/ Globoplay

Ao ver a peruca de Caio, o cantor sertanejo disse: "Cê tá com o cabelo quase igual ao do João". Juliette, também presente, concordou: "É um black power". João rebateu: "Não é igual. É diferente". Juliette tentou consertar a situação: "Não é, né, mas se tivesse curto e bem feitinho".

João não disse nada mais na hora, mas se sentiu mal. Conversando sobre o episódio com Camilla, chegou a chorar. E disse: "Fiquei muito desconfortável. E na hora eu não consegui falar que eu não achei legal e acho que ele nem percebeu. Porque foi muito chato. Eu fiquei pensando, cara, eu não sou o homem das cavernas só porque meu cabelo é desse jeito".

Ao falar de cabelo no show, e na mensagem no Twitter, Ludmilla claramente mostrou endossar o incômodo de João. Ela própria já foi vítima de comentários ofensivos sobre o seu cabelo. Num caso de muita repercussão, processou Val Marchiori após ela comparar o cabelo da cantora a Bombril.

Ludmilla venceu em primeira instância, mas Marchiori recorreu e, no final de março, a Justiça deu ganho de causa à socialite. A cantora manifestou seu sentimento no Twitter: "Não vou desistir nem é só por mim. Eu tenho visibilidade, tenho provas e ainda assim estou passando por isso. Imagina quem é anônimo? Não posso e não podemos desistir".

Feito durante um show no "BBB", o comentário de Ludmilla em apoio a João deve ter um efeito moral - dá ânimo e força ao professor. Mas não creio que tenha maior influência sobre o jogo nem sobre o público, infelizmente, bastante dividido a respeito. Enquanto muitos festejaram a corajosa atitude da cantora, outros tantos repetiram ofensas, várias de cunho racista, sobre o seu comportamento.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL