PUBLICIDADE
Topo

Mauricio Stycer

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Sem saber, Gil traduziu incômodo de quem chama Juliette de "Euliette"

BBB 21: Juliette e Gil durante a prova do líder da semana passada - Reprodução/Globoplay
BBB 21: Juliette e Gil durante a prova do líder da semana passada Imagem: Reprodução/Globoplay
Conteúdo exclusivo para assinantes
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

30/03/2021 12h26

Como planejado pela direção do "BBB", o jogo da discórdia atingiu o seu momento de maior repercussão somente no final, quando Gilberto anunciou para quem daria as placas de "bloqueado" e "caça-like".

"E agora, com vocês, Gil do Vigor", anunciou o apresentador Tiago Leifert. Empolgado, engraçado e desconexo, como sempre, o economista deu show. Primeiro, ao dar a placa de "bloqueado" para Rodolffo e dizer: "Indiquei ele ao paredão, ele voltou. Ele pode voltar de 350 paredões, eu posso ser eliminado, continuarei votando. Você pode ganhar o Big Brother, voto pra você até pra prefeito e vereador".

Mas foi ao dar a placa de "caça-like" para Juliette que Gilberto se mostrou mais afiado. "Toda situação que acontece, ela chega para dar um conselho e se coloca sempre como protagonista da situação. Quando você quer consolar alguém, você não precisa voltar sempre para você. O tempo inteiro. Em todas as situações você se coloca como protagonista".

E questionou ainda que Juliette exagera na exposição da própria emoção: "Quando você chora, tu chora e tu nem seca as tuas lágrimas. Para mim, isso é caçar like", disse Gil. "Eu não seco porque eu sou maquiadora e se eu secar, borra", respondeu Juliette.

Gil, naturalmente, não tem como conhecer o apelido "Euliette", mas o olhar do economista sobre Juliette coincide com o de muitos espectadores que não gostam da participação da maquiadora. O fato de falar muito de si e se colocar da forma como o economista descreveu fez surgir nas redes sociais este apelido.

Na madrugada, Gil pediu desculpas a Juliette: "Peço desculpas por ter lhe magoado. Não era a minha intenção. Fui guiado, sim, pela raiva. Eu realmente passei do ponto. Tanto que eu saí incomodado. Peço desculpa por isso, por ter duvidado da sua lágrima, por ter descredibilizado sua profissão, não era o que eu queria. Passei do ponto."

O jogo da discórdia teve enorme repercussão ajudando o Globoplay bater o recorde de usuários simultâneos. Às 23h54, o serviço atingiu o pico com 2.588.833 acessos ao mesmo tempo, 90% dos quais de assinantes.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL