PUBLICIDADE
Topo

Na volta do "Persona", Gerald Thomas exalta papel transformador da cultura

Na volta do "Persona", Gerald Thomas (centro) é entrevistado por Dirceu Alves Jr e Fabiana Gugli - Reprodução
Na volta do "Persona", Gerald Thomas (centro) é entrevistado por Dirceu Alves Jr e Fabiana Gugli Imagem: Reprodução
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

09/08/2020 18h46

Com uma entrevista do diretor e dramaturgo Gerald Thomas, a TV Cultura retoma neste domingo (09), às 21h30, um de seus melhores programas, o "Persona".

Thomas revê a sua trajetória profissional entrevistado pela atriz Fabiana Gugli, que participou de vários espetáculos dirigidos por ele, e pelo jornalista e crítico Dirceu Alves Jr.

Atilio Bari, que comanda o "Persona", conta que Gerald lembra da pujante cultura alemã antes do nazismo para observar: "A cultura pode ser um veículo de transformação, mas não é um veículo de catequese".

O diretor também fala no programa do seu relacionamento com o artista plástico Hélio Oiticica, do seu período como ilustrador do jornal "The New York Times" e narra como entrou em contato com o dramaturgo Samuel Beckett, em Paris.

A certa altura, conta sobre o seu trabalho com Ellen Stewart no teatro experimental La MaMa, em Nova York, e se emociona. "Foi a pessoa que me deu vida no teatro, apenas a mais importante", diz, chorando. "Sempre ridicularizo pessoas que choram em programas de TV", completa, rindo de si mesmo.

Os próximos episódios do "Persona" são com Fernando Meirelles (16 de maio), Marco Ricca (23) e Amanda Acosta (30).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL