PUBLICIDADE
Topo

Sunga dourada marcou o Carnaval antes do início da pandemia

Rafael Silva curtindo a festa no Rio de Janeiro, no início de 2020 - Arquivo Pessoal
Rafael Silva curtindo a festa no Rio de Janeiro, no início de 2020 Imagem: Arquivo Pessoal

Marilia Marasciulo

Colaboração para Nossa

01/02/2021 04h00

Rafael Silva

Rafael Silva

Profissão

Chef de cozinha

Minha roupa com história

Sunga dourada usada no Carnaval

Ano passado, estava de férias no Rio de Janeiro na semana antes do carnaval. Como foi uma viagem marcada de última hora, não me planejei para passar a folia por lá, mas acabou rolando. Só que eu não tinha fantasia!

Decidi, então, ir em busca de uma. Entrei em uma loja de departamentos no Largo do Machado, próximo de onde eu estava hospedado, e dei de cara com várias araras de sungas metalizadas. Era perfeito. Uma peça versátil e prática o suficiente para encarar os blocos. Escolhi uma dourada e não tão cavada, e saí feliz com a compra.

Registro de Rafael com a sunga no Carnaval - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Registro de Rafael com a sunga no Carnaval
Imagem: Arquivo Pessoal

Minha história com a sunga começou logo em seguida. Parei para almoçar no restaurante Café Lamas, que existe desde 1874 e é um clássico do Rio de Janeiro, onde os garçons ficam vestidos de ternos brancos e o serviço também é meio vintage: eles levam a comida até a mesa e servem tudo na frente do freguês.

Deixei a sacola em cima da mesa mesmo e pedi uma língua de boi com purê. Quando o senhor elegante chegou para me servir e me pediu para tirar a sacola do caminho, achei divertido pensar no fato de que ele jamais imaginaria que dentro dela havia uma sunga dourada.

Os dias de carnaval foram perfeitos, e mais ainda a minha fantasia: era só colocar a sunga e estava pronto.

No primeiro dia, usei também uma camisa florida estampada que peguei emprestada de uma amiga; lá pelo terceiro, meu roommate que também foi passar o carnaval no Rio levou minha capa rosa, mas acabei emprestando para outra amiga.

Nem a chuva torrencial que marcou o carnaval carioca daquele ano abalou meu look.

Peça marcou o Carnaval antes da pandemia e promete fazer o mesmo com os próximos - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Peça marcou o Carnaval antes da pandemia e promete fazer o mesmo com os próximos
Imagem: Arquivo Pessoal

Algumas semanas depois, estourou a pandemia de Covid-19 no Brasil e começou a quarentena que já dura mais de ano. Fico chateado que não vá ter carnaval esse ano, mas ao mesmo tempo feliz de pensar que aproveitei muito o do ano passado — e que minha sunga dourada está guardada, pronta para ser usada no próximo.

Como usar (metalizados)

Nada básico

Saias, calças, shorts e jaquetas prateadas ou douradas fazem a cabeça das fashionistas. O truque para não ficar over é apostar no famoso visual hi-lo, combinando a peça brilhante a outras de materiais mais simples.

Nos pés

Para a alegria de quem adora um brilho, faz algum tempo que os sapatos metalizados estão em alta. São perfeitos para levantar qualquer produção, do jeans às calças sociais.