PUBLICIDADE
Topo

Xodó de tia e sobrinha, bolsa carteiro de brechó está na família há 40 anos

Beatriz ao lado da tia Diomar com a bolsa comprada em brechó - Arquivo Pessoal
Beatriz ao lado da tia Diomar com a bolsa comprada em brechó Imagem: Arquivo Pessoal

Marilia Marasciulo

Colaboração para Nossa

18/01/2021 04h00

Beatriz Bento

Beatriz Bento

Profissão

Jornalista

Minha roupa com história

Bolsa carteiro de brechó

Tenho uma bolsa que ganhei da minha tia Diomar e, se juntar o tempo que ela está comigo e com a minha tia, são 40 anos na família. Ela comprou a bolsa em um brechó, então talvez a peça tenha muito mais tempo. Mais do que 40 anos, com certeza.

Minha tia me contou que morava em São Paulo, encontrou o acessório em um brechó na Rua Augusta e, além de achá-lo bonito, gostou do valor e do tamanho. Nos anos em que foi a dona da bolsa, usou-a para tudo: em festas, no trabalho, em viagens.

Tia Diomar em sua formatura de 1ª grau com a bolsa - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Tia Diomar em sua formatura de 1ª grau com a bolsa
Imagem: Arquivo Pessoal

Uma das lembranças mais marcantes foi ter usado a bolsa na sua formatura do primeiro grau, já em Florianópolis.

Há uns cinco anos, ela quis se desfazer de coisas do passado, e achou que a bolsa combinava comigo.

De fato, uso ela para tudo: happy hours, festas, formaturas, aniversários, shows, viagens. Estive com ela em momentos que me emocionaram e que foram importantes para mim.

Ela é feita de couro, tem uma resistência muito boa, sei que não vai arrebentar ou rasgar, não entra água, então posso usar em várias ocasiões e ambientes. E é de um tamanho ideal para colocar celular, identidade e carteira. Só não uso muito no dia a dia, porque não cabe tudo o que preciso, mas se fosse um pouquinho maior com certeza usaria.

Bolsa comprada em brechó recupera momentos da família - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Bolsa comprada em brechó guarda momentos da família
Imagem: Arquivo Pessoal

O que mais gosto na bolsa, além de ela ser bonita, é a praticidade, como ela se adequa bem a qualquer situação e ambiente. E, principalmente, gosto de saber que dou continuidade à relação que minha tia tinha com a peça, de usar para todos os rolês. Essa bolsa certamente ainda vai me acompanhar muito.

Como usar

Minimalismo

O estilo minimalista está em alta e é fácil de reproduzir: aposte em peças de tons neutros, de preferência terrosos, sem estampas e com cortes secos. A bolsa carteiro é o suprassumo do minimalismo, pois combina com tudo.

Estampado

Bolsas carteiro de cor neutra são perfeitas para arrematar looks coloridos ou com muitas estampas. Assim, você carrega seus objetos e mantém a produção equilibrada,