PUBLICIDADE
Topo

Calça pantalona costurada por minha avó é símbolo do nosso vínculo familiar

Camila Ferrer Bezerra Loureiro - Arquivo Pessoal
Camila Ferrer Bezerra Loureiro Imagem: Arquivo Pessoal

Marilia Marasciulo

Colaboração para Nossa

11/01/2021 04h00

Camila Ferrer Bezerra Loureiro

Camila Ferrer Bezerra Loureiro

Profissão

Consultora de estilo

Minha roupa com história

Calça vermelha de alfaiataria

Essa calça foi feita há uns 20 anos pela minha avó paterna, que é costureira e, nos anos 1990, tinha uma loja de roupas e outros artigos. Ela é meio acumuladora, então hoje ainda tem muitas peças da antiga loja em um quartinho da casa dela em Fortaleza, que apelidamos de brechó da Dona Carmosa.

Toda vez que alguém vai visitá-la, é convidado a dar uma passada no cômodo e a escolher uma peça, ou ela escolhe algo para presentear.

Eu moro na Holanda desde 2018 e fazia quase dois anos que não ia ao Brasil, nem via minha avó. Em novembro do ano passado, finalmente voltei ao país e fui visitá-la. Assim que cheguei, ela me deu a calça e disse que achou a minha cara, pois foi baseada na modelagem de uma calça que minha mãe tinha.

Camila com a calça vermelha pantalona costurada pela avó - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Camila com a calça vermelha pantalona costurada pela avó
Imagem: Arquivo Pessoal

Sempre soube que tenho o mesmo corpo que minha mãe, e a calça foi a prova disso, pois serviu perfeitamente! Geralmente tenho que apertar a cintura das peças, mas essa parece ter sido feita pra mim. Também ganhei outra do mesmo modelo, preta, mas acho a vermelha mais marcante.

Ela é feita de um crepe leve, vermelho vivo, e tem pernas retas e cintura alta, com várias pregas na cintura, o que modela bem o corpo, faz eu parecer mais alta e me deixa bem elegante. Tem bolsos na frente e dois botões. Foi costurada pela minha avó e tem um acabamento maravilhoso — sou suspeita de falar, mas na minha opinião ela é a melhor costureira do mundo.

Mesmo ela estando comigo há poucos meses, sinto que ela já tem muita história e se tornou especial para mim: representa o trabalho da minha avó, o reencontro com ela depois de tantos anos, a herança "corporal" que carrego da minha mãe, a proximidade com minha família.

Tenho certeza que ainda vou usar muito e de diferentes formas: com bota e casaco no inverno, camiseta e sandália no verão (para quebrar um pouco a finesse da peça)... É muito versátil e me traz boas lembranças.

Como usar

Dia a dia

A pantalona é perfeita para alongar a silhueta e pode, sim, ser usada no dia a dia. A dica para deixá-la com ar menos formal é combinar com t-shirts ou acessórios menos clássicos.

Combinado

O look com cores coordenadas fica gracioso e sem ar de uniforme com uma pantalona colorida. Para uma pitada de criatividade, aposte na combinação da cor da calça com acessórios ou peças que não sejam a blusa.