PUBLICIDADE
Topo

Podcast

Posse de Bola

Programa semanal de futebol com Juca Kfouri, Mauro Cezar Pereira, Arnaldo Ribeiro e Eduardo Tironi


OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Posse de Bola #225: Bomba de Jorge Jesus para o Flamengo e Vítor Pereira domina o Corinthians

Do UOL, em São Paulo

06/05/2022 11h12

As declarações dadas por Jorge Jesus ao jornalista Renato Maurício Prado, colunista do UOL, repercutiram entre os torcedores do Flamengo e também em Portugal, com muitos condenando a atitude do treinador ao dizer que quer voltar ao clube da Gávea enquanto há outro profissional também português contratado, enquanto outros se animaram acreditando que os dirigentes deveriam trocar o comando técnico antes do dia 20 deste mês.

No podcast Posse de Bola #225, os jornalistas Arnaldo Ribeiro, Eduardo Tironi, Juca Kfouri e Mauro Cezar Pereira comentam as declarações de Jorge Jesus e quais devem ser os desdobramentos deste caso. Eles também analisam a semana dos clubes brasileiros na Libertadores, com o Corinthians mais perto da vaga, e na Sul-Americana, com o São Paulo encaminhando a classificação após empate no Chile.

Para Mauro Cezar Pereira, são ingênuos os torcedores que acreditam no retorno de Jorge Jesus após as declarações de que quer voltar e o desconforto causado à atual diretoria. Ao mesmo tempo, considera que o episódio fortalece Paulo Sousa internamente.

"Tem aí uma parcela da torcida que continua achando que o Jorge Jesus é o Messias, que se ele voltar ao Flamengo, o calendário vai retornar para 2019 e o Flamengo vai ser tão ou mais forte do que ele era naquele momento e nada mais importa para essas pessoas, mesmo o comportamento para lá de condenável e que está sendo super criticado, inclusive em Portugal, por todo mundo, técnicos, imprensa, torcedor", diz Mauro.

"Se ele quisesse voltar, ele não faria isso. Ele agitou e parece ter sido esse o objetivo. Eu acho que isso internamente deve fortalecer o técnico, porque ele virou a vítima nisso tudo. Como é que alguém vai mandar o Paulo Sousa embora agora?", completa.

O jornalista também ressalta que a versão dada por Jorge Jesus de que o Flamengo não o procurou não se confirma pelos fatos que ocorreram à época, quando Marcos Braz e Bruno Spindel estiveram na casa do treinador em Portugal em encontro que se seguiu de uma nota do técnico e do Benfica negando a possibilidade de saída naquele momento.

"O pior de tudo é que essa versão de que o Flamengo não o procurou é bizarra, os fatos mostram o contrário. No dia 22 de dezembro, véspera de Porto e Benfica pela Taça de Portugal, o Jesus estava suspendo, o João de Deus, que é o seu auxiliar, deu uma entrevista coletiva antes do jogo e deixou claro que houve sim na noite anterior um encontro do Jorge Jesus em sua casa com os dois dirigentes do Flamengo, que o presidente Rui Costa, do Benfica, estava ciente", diz Mauro.

"Não foi nada pelas costas, mas que o Jesus os recebeu, conversou e não iria sair do Benfica naquele momento, porque tinha um contrato", completa.

Em relação à semana de Libertadores, Juca Kfouri chama a atenção para o pênalti perdido por Fábio Santos no empate do Corinthians com o Deportivo Cali, na Colômbia, e destaca como o clube do Parque São Jorge encontra problemas na competição.

"O Corinthians sobrevive na Copa Libertadores da América graças ao goleiro Cássio. A ele e curiosamente ao Fábio Santos, o Corinthians parece que não se casa bem com a Libertadores a tal ponto que o Fábio Santos perde um pênalti. Ele e o Raphael Veiga que são 'ah vai bater esse, não tem dúvida que é gol'. Conseguiu mandar lá nas alturas o pênalti que bateu", diz Juca.

Arnaldo Ribeiro vê o São Paulo chegando a quatro jogos na Copa Sul-Americana sem grandes atuações, apesar da boa campanha em número de pontos e de ter utilizado jogadores reservas. Porém, a partida mais importante do clube neste momento passa a ser contra o Juventude pela Copa do Brasil, quando atuará fora do Morumbi devido ao show do Metallica.

"O São Paulo está levando, e acho que faz certo, um grupo fácil com uma espécie de revezamento para não extenuar completamente o time, não estourar jogadores. Desta vez o Rogério Ceni optou por deixar em São Paulo 13 jogadores", diz Arnaldo.

"O São Paulo encaminhado na Sul-Americana e com uma pontuação razoável no Brasileiro para uma largada, diferentemente do ano passado, tem no seu horizonte o jogo com o Juventude como o mais importante, na volta da Copa do Brasil, quinta-feira. Se o São Paulo consegue a classificação na Copa do Brasil, já encaminha do na Sul-Americana e com uma largada razoável no Brasileiro, faz a sua meta de maio", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.