PUBLICIDADE
Topo

Torcedor ameaça árbitra de 16 anos na Espanha: "Se te pego, te estupro"

Do UOL,em São Paulo

10/12/2019 15h05

Um incidente no último final de semana provocou indignação nas divisões inferiores do futebol espanhol. Aconteceu na sexta-feira, em uma partida de ligas menores das Ilhas Canárias.

Durante o jogo entre UD Jandía e Chilegua La Pared, em Fuerteventura, um torcedor da equipe visitante decidiu ofender uma árbitra assistente de 16 anos em meio a um desentendimento entre jogadores das duas equipes.

"Quando te pegar lá fora, te estupro. Vou te quebrar a cara", disse o torcedor, segundo a súmula publicada pelo jornal Marca. O documento afirma ainda que o torcedor fez sinais e gestos de violência, mesmo diante dos protestos dos próprios jogadores.

Documento jogo Espanha - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Em nota publicada ontem, a Federação Interinsular de Futebol de Las Palmas, organizadora da competição na qual ocorreu o incidente, repudiou o que chamou de "atitudes machistas" que "em nada beneficiam a plena integração das mulheres no esporte". Além disso, informou que o caso está sendo analisado por autoridades do órgão.

Confira o texto na íntegra:

"A Federação Interinsular de Futebol de Las Palmas, como organizadora de competições, REPUDIA esse tipo de atitudes machistas que de forma alguma beneficiam a plena integração das mulheres no esporte e a prática do futebol sem violência física e verbal."

"Tanto a Federação quanto seu Comitê Técnico de Árbitros entendem que ações dessa natureza apenas assustam aqueles jovens que encontram na arbitragem uma maneira diferente de praticar futebol."

"Mostramos nossa SOLIDARIEDADE TOTAL e APOIO ao colegiado de Fuerteventura, que foi vítima de um tratamento vexatório por um torcedor."

"No campo esportivo, essa Federação Interinsular lembra que dispõe de órgãos disciplinares, compostos por profissionais jurídicos totalmente independentes; ESTES serão responsáveis por resolver as responsabilidades que os supostos autores possam ter assumido, se for o caso."

"Esses órgãos disciplinares, especificamente o Comitê de Competição e Disciplina Esportiva, concordaram recentemente em informar o Promotor de Justiça de um suposto crime de xenofobia a um árbitro de Gran Canaria pelo qual era responsável um jogador de futebol juvenil, que foi sancionado com oito meses de suspensão."

"A Federação Interinsular de Futebol de Las Palmas apoiará as ações de protesto que possam ser realizadas pelo grupo de arbitragem em relação a este ou outros eventos que possam ocorrer no futuro."

Brasil registra mais de 60 mil casos de agressão sexual por ano

redetv

Esporte