PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Yuri Lara crê que grupo do Vasco superou derrota para Novorizontino: 'Na Série B não há tempo de se lamentar'

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

01/07/2022 17h19

‘Pitbull’ do meio-campo do Vasco e um dos que mais desarmam na Série B, o volante Yuri Lara concedeu entrevista nesta sexta-feira no CT Moacyr Barbosa projetando a partida contra o Sport, válida pela 16ª rodada, no próximo domingo, às 16h, no Maracanã. A 09 pontos dos pernambucanos, Lara revelou que a derrota para o Novorizontino na última rodada passou, o grupo foi maduro o suficiente para rever erros e que, na competição os jogos em sequência não dão tempo para lamentação.

– Falar em questão de porcentagem é difícil, mas nosso time vai estar em processo de evolução creio que até o final do ano. Acho que a gente tem muito a evoluir, o professor tem muito a passar para a gente as ideias dele, ele acabou pegando o trabalho no meio do caminho, então pouco a pouco, conforme o jogo e a semana vão passando, ele vai passando as ideias dele, vai incrementando as ideias dele. É até um pouco difícil por conta da quantidade de jogos, se não me engano essa semana teve três jogos em 7 ou 8 dias, então fica difícil de a gente treinar, e ele passar o que ele pensa, mas a gente tem muito a evoluir, infelizmente esse jogo como ele próprio falou foi um dia infeliz, mas temos que virar a chave e trabalhar esses dois dias que restam para que a gente possa treinar e ir forte contra o Sport, porque na Série B não tem como se lamentar, já tem Sport aí.

+ Conselho Deliberativo do Vasco é convocado para analisar proposta da SAF

Siga o Esporte News Mundo no InstagramTwitterFacebook e Youtube.

Confira outros trechos da entrevista

Polêmica do mando de jogo no Maracanã entre as diretorias rivais

– A expectativa é grande de estar no Maracanã fazendo um bom jogo, como foi contra o Cruzeiro, foi uma noite que vai ficar marcada para mim, por conta de tudo que envolveu o jogo, da festa que a torcida fez. Mas eu não vou entrar em polêmica, essa parte é com a diretoria que tem que lidar com essa questão do Maracanã, mas eu cresci vendo o Vasco jogar no Maracanã, é uma das nossas casas, e acho válido sempre que puder, a gente se sente em casa jogando lá também, e se for possível a gente estar jogando no Maracanã a torcida vai estar sempre comparecendo e fazendo uma festa linda, então acho válido.

Superação da derrota para o Novorizontino

– Nós sabíamos que uma hora a derrota ia chegar, a gente estava trabalhando para que isso não acontecesse, mas foi um dia ruim para a gente, acabamos não encaixando a marcação, acabou não dando certo nossas tomadas de decisão dentro de campo, então infelizmente a derrota chegou, mas o grupo soube lidar, a gente está focado no próximo jogo, como já falei na Série B não há tempo de se lamentar, é usar realmente de aprendizado para que a gente não possa cometer os mesmos erros nos próximos jogos. A gente está com a cabeça boa, focado para esse restante de treinamentos que faltam para que a gente possa estar seguindo forte e conseguir a vitória no Maracanã com estádio lotado, com nossa torcida e ganhar esses três pontos do Sport que vão ser importantes.

Jogar no Vasco

– A euforia no início é muito grande, não só minha como da família e dos amigos, é inevitável porque como todos sabem, anos atrás eu estava torcendo, então a euforia acaba sendo grande, mas quando a gente entra em campo o profissionalismo fala mais alto, a gente tem que deixar isso de lado porque se não acaba atrapalhando. Aí a euforia vai mais por parte da família, por parte dos amigos, mas eu mesmo acabo ficando centrado e isso acaba passando despercebido de eu ser eufórico por conta de jogar no meu time do coração, se não atrapalha. A questão do Diego Souza, é um privilégio, eu vi na TV o que ele fez naquele ano na Copa do Brasil (2011), fiquei até de pegar a camisa com ele, mas acabei não conseguindo, espero pegar no segundo jogo contra o Grêmio no returno.

Lições da última partida

– O ensinamento que a gente tira é que, mesmo com a derrota, a gente percebeu que nosso grupo é muito unido, dentro de campo, no vestiário, a gente viu a união, nós sabemos que derrotas pode ser que venham a acontecer, a gente trabalha muito para que não aconteça, ficamos aí 14 rodadas sem perder, mas o grupo sentiu bastante, temos que sentir mesmo, mas a competição é muito rápida, nós vamos jogar daqui a dois dias, não temos muito o que lamentar, infelizmente tivemos um dia ruim, nossa marcação não encaixou, perdemos algumas oportunidades que não podíamos perder, e podia mudar a história do jogo, então acho que o amadurecimento é, mesmo com a derrota a gente se manteve unido e focado e estamos com a cabeça boa para fazer um belo jogo contra o Sport.

Duelo contra o Sport

– É um dos jogos mais importantes da temporada, confronto direto, claramente o Sport vai brigar até o final pelo acesso, e a gente tem que estar tirando pontos dos times que estão brigando em cima, é jogo de seis pontos, e como a gente fez com Bahia, com Cruzeiro, nós temos que fazer com o Sport. Vai ser muito importante, mas creio que com o apoio da nossa torcida, que esgotou os ingressos em 06 horas, coisa extraordinária, a gente vai estar mais fortes, com a cabeça boa, e espero que a gente possa ganhar o jogo e comemorar, mas como falei, a Série B é muito rápida, depois já vamos ter Criciúma, mas esse jogo com o Sport vai ser um dos mais importantes e espero que a gente possa ganhar o jogo e comemorar no final do dia.

Torcida lotar o Maracanã

– É extraordinário. Não tem o que falar, recebo mensagem toda hora do pessoal pedindo ingresso porque não conseguiram comprar, e eu falei, cara, é muito rápido, acordei de manhã, foi liberada a venda, aí fomos para o treino, eram 14h, 15h, 16h acabou o treino já havia esgotado tudo. Quando eu peguei o celular no fim do treino, lembro que a gente estava indo para o ônibus para voltar para o hotel e todo mundo estava, como é que pode, já acabaram os ingressos, então não tem o que falar, essa torcida é extraordinária e tenho certeza que vão nos ajudar a conseguir a vitória domingo.

Futebol