PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Verstappen sofre segunda punição e largará em último no GP da Rússia

24/09/2021 13h34

Redação Central, 24 set (EFE).- O holandês Max Verstappen, da Red Bull, largará em último no Grande Prêmio da Rússia de Fórmula 1, após trocar nesta sexta-feira a unidade de potência do carro que guia, antes do segundo treino livre.

Líder da temporada, com 226.5, cinco a mais que o britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, o piloto de 23 anos já teria punição de três lugares no grid, devido a um acidente com o concorrente, no GP da Itália.

Verstappen e a equipe, contudo, optaram pela troca de diversas peças da unidade de potência da Red Bull, como a câmara de combustão, o turbo, a bateria, o escape, entre outras.

O monegasco Charles Leclerc, da Ferrari, também por causa de mudança na unidade de potência, é outro piloto que terá que largar nas últimas posições do grid do GP da Rússia, que acontece no circuito de Sochi.

Já o australiano Daniel Ricciardo, da McLaren, fez alterações, mas não foi penalizado por ainda estar dentro do limite possível para trocas na unidade de potência.

Esporte