PUBLICIDADE
Topo

Esporte

City volta a vencer PSG e está na final da Champions pela 1ª vez

05/05/2021 00h31

Manchester, 4 mai (EFE).- Nem Neymar, nem Kevin De Bruyne: quem brilhou nesta terça-feira foi meia-atacante argelino Riyad Mahrez, que marcou os dois gols do Manchester City na vitória sobre o Paris Saint-Germain por 2 a 0 no Etihad Stadium, resultado que levou a equipe inglesa para a final da Liga dos Campeões pela primeira vez na história.

As atenções estavam voltadas para De Bruyne e Neymar, apontados como dois dos melhores jogadores do mundo atualmente. No entanto, a noite em Manchester foi de Mahrez, que já havia balançado a rede na França na semana passada. Ele marcou duas vezes hoje e confirmou a classificação inédita dos 'Citizens', que já haviam vencido por 2 a 1 na ida, há seis dias, em Paris.

O duelo no Etihad teve a participação de cinco brasileiros. O goleiro Ederson e o volante Fernandinho foram titulares do time dirigido por Josep Guardiola, enquanto o atacante Gabriel Jesus entrou no decorrer do jogo. Pelos visitantes, atuais vice-campeões, Mauricio Pochettino escalou o zagueiro Marquinhos e o atacante Neymar na formação inicial.

Aos dez minutos de bola rolando, Ederson fez lindo lançamento para Zinchenko, que foi ao fundo pela esquerda e rolou para De Bruyne. O chute do belga foi bloqueado por Florenzi, mas Mahrez fez 1 a 0 no rebote.

Seis minutos depois, Marquinhos, que já havia deixado sua marca na primeira partida, quase voltou à rede, mas seu cabeceio carimbou o travessão. Contudo, o PSG, desfalcado do lesionado Mbappé, não encontrou o caminho do gol. Neymar perdeu a bola muitas vezes, Icardi falhou nas finalizações, e Di María só se destacou - negativamente - ao se desentender com Fernandinho e ser expulso.

O City confirmou a vaga na decisão aos 17 minutos do segundo tempo, quando Foden e De Bruyne tabelaram no contra-ataque, e a bola chegou limpa na área para Mahrez assinalar mais um.

No próximo dia 29, em Istambul, os 'Citizens' disputarão a sua primeira final de Champions. Um dos técnicos mais vitoriosos e badalados de todos os tempos, Guardiola estará na decisão pela primeira vez em dez anos, após ter sido campeão à frente do Barcelona em 2009 e 2011 e não ter conseguido levar o Bayern de Munique ao último jogo.

O outro finalista será definido nesta quarta-feira, no estádio Stamford Bridge, em Londres, onde se enfrentarão Chelsea e Real Madrid. No primeiro confronto, há uma semana, na Espanha, houve empate em 1 a 1.

Esporte