PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Agente de Maradona diz que ambulância demorou mais de meia hora para chegar

26/11/2020 13h44

Buenos Aires, 26 nov (EFE).- Agente, advogado e amigo de Diego Maradona, Matías Morla afirmou nesta quinta-feira que "a ambulância demorou mais de meia hora para chegar" à residência do ex-jogador, o que descreveu como uma "idiotice criminosa".

"Sobre o relatório do Ministério Público de San Isidro, é inexplicável que durante 12 horas meu amigo não tenha recebido atendimento nem controle por parte dos profissionais de saúde. A ambulância demorou mais de meia hora para chegar, o que foi uma idiotice criminosa", comentou nesta quinta-feira, no Twitter.

Segundo Morla, "este fato não pode ser ignorado", motivo pelo qual pedirá "uma investigação até o final das consequências".

"Como Diego me disse: 'Você é meu soldado, aja sem piedade'", acrescentou.

Morla disse que não comparecerá ao velório que está sendo realizado na Casa Rosada porque já se despediu "pessoalmente" e considera o ato "um momento íntimo e familiar".

"Para definir Diego neste momento de profunda desolação e dor, posso dizer: foi um bom filho, o melhor jogador de futebol da história e uma pessoa honesta. Que descanse em paz, irmão", disse Morla.

Maradona morreu na quarta-feira, em sua residência na província de Buenos Aires, aos 60 anos de idade, devido a uma insuficiência cardíaca aguda.

Esporte