PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Alisson falha, mas Liverpool vence clássico contra United com 2 de Shaqiri

16/12/2018 17h16

Londres, 16 dez (EFE).- O Liverpool superou uma falha do goleiro Alisson, venceu o clássico contra o Manchester United por 3 a 1 neste domingo, no estádio Anfield Road, graças principalmente aos dois gols marcados pelo atacante Shaqiri, e reassumiu a liderança do Campeonato Inglês ao final da 17ª rodada.

Único time ainda invicto na Premier League, o atual vice-campeão europeu havia sido ultrapassado pelo Manchester City, que no sábado derrotou o Everton por 3 a 1, com dois gols de Gabriel Jesus. Entretanto, com o triunfo, o primeiro sobre o United nos últimos nove confrontos pelo Inglês, os 'Reds' foram a 45 pontos, um a mais que os 'Citizens'.

Já os 'Diabos Vermelhos' só têm a lamentar. A proposta defensiva imposta pelo técnico José Mourinho deu certo em boa parte do clássico, mas não foi suficiente para a conquista sequer do empate. Com isso, a equipe faz campanha ruim e aparece apenas na sexta colocação, a 19 pontos do líder.

A equipe anfitriã chutou 36 vezes a gol, com pelo menos uma finalização de cada jogador de linha, enquanto os visitantes tentaram apenas seis vezes. A posse de bola (64% a 36%) e os escanteios (13 a 2) também refletem o domínio dos comandados de Jürgen Klopp.

O primeiro gol do jogo foi do Liverpool, com Mané. Aos 23 minutos do primeiro tempo, Fabinho, um dos três brasileiros em campo, ao lado de Alisson e Roberto Firmino, fez ótimo lançamento para o senegalês, que matou no peito e tocou por baixo na saída do goleiro De Gea.

O clássico era dominado pelos 'Reds', que, no entanto, sofreram o empate em lance fortuito. Aos 32 minutos, Lukaku cruzou da esquerda, Alisson optou por tentar encaixar em vez de rebater e acabou soltando a bola, que sobrou limpa para Lingard, que não vacilou e escorou para a rede.

Como se tornou comum nos times do técnico José Mourinho em grandes partidas como visitante, o United "estacionou o ônibus" para segura o empate e buscar a virada no contra-ataque. A estratégia deu certo até os 26 minutos da etapa final, quando Mané driblou pela esquerda e cruzou fechado. De Gea rebateu com o pé, Shaqiri, que havia começado no banco, chutou no rebote e ainda contou com desvio para desempatar.

Shaqiri ainda fez outro, aos 34 minutos. Firmino tentou lançar Salah, e o egípcio deixou passar para o suíço, que bateu de fora da área. A bola entrou no canto direito após mais um desvio no meio do caminho.

Esporte