PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Campeonato Chinês terá teto salarial a partir da próxima temporada

21/11/2018 13h06

Pequim, 21 nov (EFE).- A Federação de Futebol de China (CFA) anunciou nesta quarta-feira que o Campeonato Chinês e outras competições profissionais do país terão limites salarias a partir da próxima temporada, segundo informações divulgadas pela agência de notícias oficiais "Xinhua".

Ainda não foi divulgado o teto salarial, mas a federação afirmou que os jogadores chineses precisarão assinar novos contratos para ficarem de acordo com a nova regulação. Também foi informado que haverá limites para premiações por vitória e por conquistas ou metas alcançadas e que estas não poderão ser pagas em dinheiro em espécie.

Entretanto, a CFA não esclareceu se os estrangeiros também terão que se adequar.

"As novas normas servirão para conter o investimento irracional e promover um desenvolvimento sustentável das ligas profissionais", disseram fontes da federação à "Xinhua".

A China já aplicou em 2017 um imposto de 100% nas contratações de estrangeiros por mais de 45 milhões de iuanes (R$ 24,58 milhões), quantia que cai para 20 milhões de iuanes (R$ 10,92 milhões) no caso dos jogadores chineses. A percentagem era cobrada apenas para a elite, mas agora também será válida para os times da segunda divisão.

O máximo regulador do futebol local reiterou que supervisionará as finanças dos clubes para garantir que as regras sejam cumpridas e evitar contratos duplicados e a evasão fiscal.

Esporte