PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Porto cai diante RB Leipzig na Alemanha pelo grupo G; Besiktas dispara

17/10/2017 19h01

Leipzig (Alemanha), 17 out (EFE).- O Porto foi derrotado pela segunda vez no grupo F da Liga dos Campeões da Europa, sendo que nesta terça-feira para o RB Leipzig, por 3 a 2, fora de casa, em dia de mais uma vitória do Besiktas, que disparou na liderança da chave ao superar o Monaco.

O primeiro tempo na Red Bull Arena foi movimentado, com cinco gols marcados. O zagueiro alemão Willi Orban abriu o placar aos 8, após falha do jovem goleiro português José Sá, que hoje substituiu o espanhol Iker Casillas, mas, dez minutos depois, o atacante camaronês Vincent Aboubakar deixou tudo igual.

O meia-atacante sueco Emil Forsberg recolocou os donos da casa na frente aos 38, e, aos 41, foi a vez de o atacante francês Jean-Kévin Augustin ampliar. Um minuto antes do fim da etapa inicial, o zagueiro espanhol Iván Marcano descontou para os visitantes.

O segundo tempo da partida foi o oposto dos 45 minutos iniciais, com poucas oportunidades de gol e placar em branco, o suficiente para o RB Leipzig vencer pela primeira vez na fase de grupos da Liga dos Campeões e, de quebra, chegar à segunda posição da chave, com quatro pontos.

Três brasileiros entraram em campo no jogo: o zagueiro Felipe e o lateral-esquerdo Alex Telles, ambos titulares do Porto, e o lateral-esquerdo Bernardo, que entrou nos acréscimos na equipe vice-campeã alemã.

Outro destaque foi a presença do jovem atacante alemão Timo Werner, que atuou pela primeira vez desde o jogo com o Besiktas, em 26 de setembro, quando deixou o gramado da Arena Istambul, na Turquia, passando mal, devido ao barulho da torcida.

O jogador, de 21 anos, chegou a ser cortado dos jogos da Alemanha contra Irlanda do Norte e Azerbaijão, pelas Eliminatórias europeias para a Copa do Mundo de 2018, devido ao problema de hipersensibilidade auditiva que, segundo o departamento médico do Leipzig, pode ter sido causado por uma cotovelada desferida pelo zagueiro chileno Gonzalo Jara na final da Copa das Confederações.

Na outra partida do grupo, no estádio Stade Louis II, o Besiktas se manteve com 100% de aproveitamento ao vencer o Monaco, de virada, por 2 a 1. Com o resultado, a equipe turca, que reencontrará o semifinalista da última edição da 'Champions', em casa, no dia 1º de novembro, precisa de mais três pontos para avançar de fase.

O atacante colombiano Falcao García foi responsável por abrir o placar, aos 30 do primeiro tempo. Quatro minutos depois, no entanto, o atacante turco Cenk Tosun igualou. O mesmo jogador voltou a balançar as redes aos 9 da etapa final, dando números finais ao duelo.

O lateral-esquerdo Adriano, que jogou improvisado no lado direito da defesa e o meia Anderson Talisca foram titulares no Besiktas, que também teve o zagueiro naturalizado português Pepe no 11 inicial. O Monaco contou com o zagueiro Jemerson e o volante Fabinho na equipe inicial, e com o meia-atacante Boschilia entrando no segundo tempo.



Ficha técnica:.

RB Leipzig: Gulácsi; Klostermann, Orban, Upamecano e Halstenberg; Keita, Sabitzer e Kampl; Bruma (Werner), Augustin (Poulsen) e Forsberg (Bernardo). Técnico: Ralph Hasenhüttl.

Porto: José Sá; Layún, Felipe, Marcano e Alex Telles; Herrera (Hernâni), Danilo, Marega e Sérgio Oliveira (Torres); Aboubakar e Brahimi (Corona). Técnico: Sérgio Conceição.

Árbitro: Paolo Tagliavento (Itália), auxiliado pelos compatriotas Riccardo Di Fiore e Lorenzo Manganelli.

Gols: Orban, Forsberg e Augustin (RB Leipzig); Aboubakar e Marcano (Porto).

Cartões amarelos: Orban (RB Leipzig); Brahimi e Sérgio Oliveira (Porto).

Estádio: Red Bull Arena, em Leipzig (Alemanha).

Esporte