PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Dovizioso vence GP da Inglaterra e assume liderança do Mundial de MotoGP

27/08/2017 12h56

Silverstone (Inglaterra), 27 ago (EFE).- O italiano Andrea Dovizioso, da Ducati, venceu neste domingo o Grande Prêmio da Inglaterra de MotoGP, disputado no circuito de Silverstone, e, de quebra, se aproveitou de abandono do espanhol Marc Márquez, da Honda, para assumir a liderança da temporada.

Após largar na pole position, mas perder logo a liderança para o italiano Valentino Rossi, da Yamaha, o atual campeão - dono do título também em 2013 e 2014 - acabou sofrendo com uma quebra de motor na volta de número 13 e abandonou a disputa.

Dovizioso, por sua vez, conseguiu imprimir ritmo forte ao longo da prova, até que, dez voltas antes do fim, começou a protagonizar duelo com "O Doutor".

O piloto da Ducati conseguiu desbancar o veterano há três voltas do fim, cruzando a linha de chegada em primeiro pela quarta vez na temporada, além de alcançar a marca de 183 pontos, nove a frente de Márquez, que permanece com 174.

A segunda colocação ficou com o espanhol Maverick Viñales, da Yamaha, que conseguiu superar o companheiro de equipe e foi a 170 pontos. Rossi, que completou o pódio, aparece em quarto na classificação, com 157.

Na Moto2, o japonês Takaaki Nakagami, do Team Tady Kalex, cruzou a linha de chegada em primeiro, em prova que foi dominada, em boa parte, pelo espanhol Alex Marquez, da Marc VDS Kalex, que sofreu queda há oito voltas do fim e acabou apenas em 14º.

Líder da temporada, o ítalo brasileiro Franco Morbidelli, também da Marc VDS Kalex, ficou na terceira colocação, atrás também do italiano Mattia Pasini, da Italtrans Kalex, que terminou na segunda posição da disputa.

Morbidelli, com o resultado, alcançou os 223 pontos, ficando 29 na frente do suíço Thomas Lüthi, da Intervetten Kalex, que terminou com o quarto posto em Silverstone.

Já na Moto3, a vitória ficou com o espanhol Arón Canet, da Estrella Galicia 0,0 Honda, em prova encerrada mais cedo, devido acidente envolvendo o espanhol Juanfran Guevara, da RBA Mahindra, e o holandês Bo Bendsneyder, da Red Bull KTM Ajo.

Líder da competição, o espanhol Joan Mir, da Leopard Honda, ficou na quinta colocação e chegou aos 226 pontos na tabela, ficando agora 64 distante do vencedor da etapa de hoje.

Esporte