PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Presidente do Lyon acusa PSG de inflacionar mercado de transferências

26/08/2017 14h17

Paris, 26 ago (EFE).- O presidente do Lyon, Jean-Michel Aulas, acusou o Paris Saint-Germain de inflacionar o mercado de transferências, devido ao gasto de 222 milhões de euros (R$ 829 milhões) para tirar o atacante brasileiro Neymar do Barcelona.

"Tentamos fechar algumas operações neste fim de janela, mas os preços estão 30, 40 e até 50% mais altos do que tínhamos previsto, devido este exagero", lamentou o dirigente, em entrevista publicada neste sábado no jornal "L'Équipe".

Aulas, que se considera um defensor do Fair Play Financeiro estipulado pela Uefa, garantiu que a atuação do PSG no mercado compromete o equilíbrio do futebol francês e, possivelmente, até mesmo o do europeu.

"Economicamente, estamos em uma situação de alto risco, porque, se outros clubes quiserem continuar existindo, serão obrigados a buscar riscos insensatos, considerando suas capacidades", avaliou o mandatário do Lyon.

Esporte