PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Maradona recebe condecoração máxima do governo da Nicarágua

20/04/2016 15h59

Manágua, 20 abr (EFE).- O argentino Diego Armando Maradona recebeu nesta terça-feira a medalha Augusto César Sandino por ser um cidadão com "vocação solidária e libertária", conforme divulgou nesta quarta-feira o governo da Nicarágua, que concedeu a condecoração.

A maior condecoração entregue no país da América Central foi entregue ao ex-jogador de futebol pelo presidente Daniel Ortega, e tem como objetivo reconhecer pessoas por "serviços prestados à pátria ou à humanidade".

Maradona desembarcou na Nicarágua, conforme informações do gabinete da presidência, na segunda-feira, um dia antes da cerimônia em sua homenagem.

Ortega, no discurso de condecoração, destacou a amizade do argentino com Fidel Castro, Hugo Chávez, além de ser um "irmão leal e sincedo dos povos da América Latina e Caribe".

O ídolo, por sua vez, em declarações divulgadas no comunicado do governo nicaraguense, se disse honrado com a condecoração, que faz menção a um símbolo da resistência no país contra a presença dos Estados Unidos.

"Cuidarei dela como cuido da medalha de campeão da Copa de 1986", garantiu 'El Pibe'.

Esporte