PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Poirier admite encarar Colby Covington após oferta do UFC e detona desafeto

Ag. Fight

17/05/2022 10h08

Ex-companheiros de time e agora desafetos declarados, Dustin Poirier e Colby Covington podem estar perto de resolverem suas diferenças dentro do octógono. Pelo menos foi o que adiantou o ex-campeão interino do peso-leve (70 kg) do UFC. Em declaração ao programa 'MMA Hour', o 'Diamond' revelou uma oferta da liga para realizar esse combate.

Ainda sem adversário desde que foi derrotado por Charles 'Do Bronx', em disputa de cinturão, em dezembro de 2021, Poirier, com a data de 30 de julho como a preferida para se apresentar, tem feito campanhas nas redes sociais em busca de um rival, e ele pode ter chegado. Apesar de destacar todo o desprezo que sente pelo compatriota, o peso-leve se mostrou aberto a aceitar a proposta do Ultimate.

"Não odeio ninguém, mas se existe uma linha antes do ódio, Colby está bem ali. Eu realmente não gosto do cara, e não quero que ele ganhe um dólar lutando comigo, mas eles (UFC) me ofereceram ele na semana passada... Então é esperar até o final do ano e lutar para um desafiante número um no peso-leve, ou essa luta em julho. Esse foi o nome que eles me deram. Então eu fiquei tipo, 'F***-se", disse.

Em muitas de suas provocações, Covington sempre relembra os tempos em que os dois treinavam juntos na American Top Team, sugerindo que costumava superar o desafeto nas atividades. No entanto, Poirier fez questão de rebater essas insinuações, indicando que o compatriota mente sobre essas afirmações.

"Ele é tudo que eu não gosto no MMA. Ele é um personagem de desenho animado. Tudo o que ele faz se por algum clique extra, visualização, nada disso é autêntico. Eu o conheço por estar na academia com ele desde 2012, 2013, mas ele é apenas um falso. Ele sabe o que aconteceu naqueles anos academia", completou.

Esporte