PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Aljamain Sterling e Petr Yan destacam vitória de TJ Dillashaw em retorno ao UFC

Ag. Fight

Ag. Fight

26/07/2021 12h11

No último sábado (24), TJ Dillashaw pisou novamente no octógono mais famoso do mundo após um longo período de suspensão por ter sido flagrado em exame antidoping. E a volta do ex-campeão do peso-galo (61 kg) da organização foi com o pé direito. Na luta principal do UFC Vegas 32, o americano superou Cory Sandhagen por decisão dividida dos jurados. E a atuação do competidor atraiu olhares especiais.

Aljamain Sterling e Petr Yan, que vão fazer uma revanche pelo cinturão da categoria no próximo dia 30 de outubro, no UFC 267, que vai acontecer em Abu Dhabi (EAU), destacaram a atuação de Dillashaw. O primeiro a mencionar a performance de TJ foi o atual campeão da categoria. Através das redes sociais (clique aqui ou veja abaixo), o 'Funk Master' recordou seu duelo com Sandhagen para valorizar o feito do compatriota.

"Todos pensam que é fácil vencer Sandhagen como eu fiz. Você não pode cometer um erro ou aqueles joelhos vão te machucar ou colocar você para fora", escreveu Sterling.

Everyone think it's easy how I beat Sandhagen. You can't make a mistake or those bony ass knees will hurt you or put you out!! #UFCVegas32

- Aljamain Sterling (@funkmasterMMA) July 25, 2021

Petr Yan também não deixou de analisar a apresentação de Dillashaw. O ex-campeão do peso-galo elogiou o americano e deixou claro o seu desejo de poder enfrentá-lo no futuro. Existe a expectativa do vencedor de Sterling vs Yan já enfrentar TJ na sequência.

"Respeito ao guerreiro TJ Dillashaw. Vencer você sempre foi meu objetivo. Esta é a minha divisão agora", provocou o desafiante, que já foi campeão dos galos em julho de 2020.

Respect to the warrior @TJDillashaw ?? Beating you is always been my goal. This is my division now ??

- Petr "No Mercy" Yan (@PetrYanUFC) July 25, 2021

Sterling e Yan vão voltar a se enfrentar após cerca de sete meses após o primeiro encontro entre eles. Em março deste ano, o russo - então campeão dos galos - vinha dominando a disputa quando, no quarto assalto, aplicou um golpe ilegal no rival. Por sua vez, o americano alegou não ter condições de continuar no combate, causando a desqualificação do oponente, garantindo sua vitória e a conquista do título.

Esporte