PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Bibiano explica "geladeira" no ONE e abre as portas para acerto com o UFC

Ag. Fight

Ag. Fight

23/06/2021 06h30

Embora seja campeão do peso-galo do ONE Championship e um dos lutadores mais renomados da franquia, Bibiano Fernandes atravessa um momento delicado na organização. O brasileiro está sem atuar desde outubro de 2019 e ainda não tem previsão de quando vai retornar ao cage. Dessa maneira, incomodado com esse cenário, o manaura fez um desabafo e explicou o motivo de não conseguir atuar.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight (clique aqui ou veja acima), o lutador revelou que um imbróglio contratual é um dos motivos dele não estar em ação com mais frequência. O lutador afirmou que por ainda não ter entrado em um acordo com o ONE, a liga o colocou na "geladeira". Por isso, o atleta admitiu que caso essa situação não seja resolvida, pode mudar de ares depois de quase dez anos na organização.

"Estou esperando o ONE Championship. Eles me colocaram em uma geladeira e estou aguardando para lutar de novo. Eu não sei ainda e estou aguardando os caras me confirmarem. Eu tenho contrato com eles desde 2012 e eles tinham que ter renovado. Meu manager tentou conversar com eles e não sei o que houve, então me colocaram na geladeira. É tudo negociação, mas tem que ser boa para os dois. Mas treino todo dia e estou preparado para lutar", afirmou o campeão dos galos, antes de completar.

"Lá atrás eu falei com meu empresário da chance de ir para outra organização. Lutei muito tempo na Ásia, mas falaram para esperar um pouco. Não sei até quando vou aguardar, mas queria lutar pelo menos umas duas vezes neste ano. Se não me colocarem para lutar neste ano eu estou fora. Eles me pararam e acho que é errado. Dois anos sem lutar não dá. Tenho que seguir minha vida também. (...) O ONE é uma boa organização, mas vai chegar um ponto que tenho que resolver minha vida. Eu já poderia ter lutado duas vezes, a razão que não lutei é com eles. Eles poderiam ter resolvido", concluiu.

Com a possibilidade do fim da história entre Bibiano e o ONE, o UFC volta a surgir como uma possibilidade para a sequência de carreira do lutador. Em 2012, o manauara chegou a ser anunciado como novo contratado do Ultimate, mas por um problema na negociação entre ambas as partes acabou o levando para a organização asiática.

"Era para eu ter lutado no UFC há bastante tempo. Os atletas de hoje lutam por nada, não se valorizam. Eu não vou. Pega um contrato de quatro lutas e fecha com vitórias e vão renovar. O atleta sofre muito, mas temos que continuar lutando. Na época eu tinha dois filhos... Meu manager falou comigo e para ser famoso, estava legal ir para o UFC, mas para a minha família não. Eu já era campeão do peso-pena e peso-galo do DREAM e o ONE veio falar comigo. O ONE ajuda, mas tem que terminar o que eles querem. Na época do UFC não valia para mim. (Agora) Com certeza lutava. Somos atletas e vamos para os desafios. Se o desafio for bom, estamos dentro", explicou o atleta.

No MMA profissional desde 2004, Bibiano Fernandes tem 24 vitórias e quatro derrotas em seu cartel na modalidade. No esporte, o lutador foi campeão do DREAM e possui o título do peso-galo do ONE. Na sua atual casa, o brasileiro conquistou o cinturão em 2013 e o defendeu até 2018, quando foi derrotado por Kevin Belingon. No entanto, logo na revanche contra seu algoz, em 2019, o superou e recuperou sua coroa.

Esporte