PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ortega afirma que raspou a cabelo para fazer doação para instituição de caridade

Ag. Fight

Ag. Fight

18/10/2020 13h46

Brian Ortega foi o grande destaque da edição do UFC realizada em Abu Dhabi (EAU), no último sábado (17). O americano, que além de ter conseguido uma performance soberana em vitória sobre Chan Sung Jung, na luta principal, lutou pela primeira vez sem cabelos.

Conhecido ao longo de sua carreira por nutrir cabelos longos, o americano já chocou o mundo do MMA com sua mudança na pesagem oficial do evento, que aconteceu na sexta-feira. Mas agora, após seu triunfo, Ortega, em coletiva de imprensa, revelou o motivo de ter raspado a cabeça, reforçando o discurso do seu empresário.

"O mês de outubro é marcado pela conscientização do câncer de mama e isso tudo veio à tona para mim. Visitei muitos hospitais infantis onde vi crianças com câncer e isso sempre esteve na minha mente. Sempre disse a mim mesmo que, quando cortasse meu cabelo, queria doá-lo para uma organização de caridade. Quando eu estava cortando o peso, pensei, 'Cara, estou sofrendo agora.' Não sei porque, fiquei sentimental e comecei a pensar que eles estão sofrendo mais do que eu", disse o americano, antes de completar.

"E eu disse, 'Ei, traga a tesoura agora, vou fazer isso.' Eles sofrem por muito tempo e têm que lidar com isso. Sofri por um corte de peso e voltei ao normal. Todos eles ficam tipo, 'Não faça isso, não faça isso.' Eu estava tipo, 'Me dá (a tesoura)!'. O cabelo vai crescer de novo", concluiu o americano de 29 anos e que atua no UFC desde 2014.

Com o triunfo sobre 'Zumbi Coreano' por pontos, Brian Ortega deve ser alçado ao posto de desafiante ao cinturão do peso-pena (66 kg) do Ultimate. Antes do confronto, Dana White, presidente da franquia, já havia adiantado que o vencedor iria encarar o campeão Alexander Volkanovski pelo título, em duelo ainda sem previsão de data.

No MMA profissional desde 2010, Brian Ortega ocupa o segundo posto da classificação oficial da divisão. Em sua carreira, o americano soma 15 vitórias e apenas uma derrota, que aconteceu em dezembro de 2018, para Max Holloway, pelo cinturão da categoria.

Esporte