PUBLICIDADE
Topo

Sandhagen revela confiança em volta de Cejudo se o UFC aumentar sua bolsa

Ag. Fight

28/05/2020 10h58

A aposentadoria de Henry Cejudo ainda repercute na categoria peso-galo (61 kg). Agora foi a vez de Cory Sandhagen, atual número quatro do ranking da categoria, e que encara Aljamain Sterling no UFC 250, no dia 6 de junho, comentar a decisão do americano. Segundo ele, o agora ex-campeão fez uma decisão acertada de parar de lutar em seu melhor momento, mas fez um adendo.

Em entrevista ao site 'MMA Fighting', Sandhagen adiantou que acredita que Cejudo fez uma jogada para tentar aumentar seu salário com o Ultimate. E para conseguir isso, decidiu anunciar sua aposentadoria no melhor momento na carreira e quando conseguiu atrair mais olhares para a divisão.

"Acho que se o UFC jogar dinheiro suficiente nele, ele voltará. Eu não sei. Não gosto de gastar muita energia pensando em seus próximos passos. Não tenho ideia do que esse cara vai fazer. Ele é um curinga. Mas me parece bastante genuíno que ele estava falando sério sobre pendurar as luvas. Sair com uma nota alta definitivamente lhe dá mais influência se ele quiser voltar. Eu acho que foi uma jogada sábia da parte dele", disse o lutador, antes de elogiar Cejudo como lutador dentro do octógono.

"O Cejudo é um bom competidor. Ele age como um idiota online, mas o cara sabe como lutar. No final do dia, é isso que importa. Eu acho que ele é um lutador incrível", completou o americano.

Aos 27 anos, Cory Sandhagen é uma das promessas do peso-galo no Ultimate. Com cinco de suas 12 vitórias na carreira conquistadas dentro do octógono mais famoso do planeta, o americano já ocupa a quarta posição no ranking dos principais lutadores da categoria. Em sua última apresentação, o atleta derrotou Raphael Assunção, em agosto de 2019.

Esporte