Topo

Esporte


Pronto para UFC São Paulo, Warlley vê Usman como favorito em luta contra Covington

Neri Fung, em São Paulo (SP)

Ag. Fight

14/11/2019 06h00

Warlley Alves vem de triunfo sobre Sérgio Moraes, no UFC Rio - Ag.Fight

Escalado para o UFC São Paulo, deste sábado (16), quando encara Randy Brown, Warlley Alves já teve a experiência de enfrentar os dois lutadores que vão disputar o cinturão dos meio-médios (77 kg) do Ultimate: Kamaru Usman e Colby Covington. O brasileiro, que venceu o americano, mas acabou derrotado pelo atual campeão, analisou o que espera deste duelo, que vai acontecer no dia 14 de dezembro, no UFC 245, em Las Vegas (EUA).

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag.Fight, o lutador dissecou ambos os competidores e vê um duelo de estilos semelhantes para definir quem é o melhor da divisão. Entretanto, apontou Kamaru Usman como favorito no confronto, por possuir armas mais contundentes que seu desafiante.

"Analisando friamente o jogo dos dois eu acho que o Usman ganha. Ele é o favorito. Covington está com um gás melhorado, mas as porradas dele são muito fracas. Ele bota uma intensidade de volume, mas fraca. Já o Usman costuma travar e anular bem o jogo do oponente. Então acho que ele pressionando o Covington na grade vai anular o jogo dele. Talvez não tenha nocaute ou finalização, a luta siga em pé, mas algumas tentativas de queda que eu acho que o Usman bota o Colby para baixo, mas não vejo o inverso. Acho que vai ser uma guerra de estilos ali. São dois estilos parecidos, mas o Usman pega mais duro. Se entrar a mão dele, capaz do Covington apagar", explicou.

Para o UFC São Paulo, Warlley, que na sua última apresentação vem de triunfo sobre Sérgio Moraes, ainda tem mais um motivo para estar empolgado. Com contrato renovado de quatro lutas com o UFC, o brasileiro confia que ainda terá o reconhecimento necessário da franquia para realizar o sonho de ser campeão. Além disso, afirmou que o duelo contra Brown ainda é um 'mistério' e só vai definir sua estratégia com o decorrer da peleja.

"Agora com novo contrato, novo tudo, então agora é manter uma sequência boa de lutas e de vitórias extensa para conseguir estar entrando no top 15 e ficando mais perto do objetivo. São seis anos no UFC, com 10 lutas e pretendo estar cada vez mais mostrando maturidade no octógono. Lutar com a torcida é sempre bom. Amo meu país e é muito bom estar lutando em casa. Fiz um bom trabalho na última luta e pretende repetir isso com esse próximo adversário e os futuros. Com bom trabalho vamos ganhar reconhecimento. Minha hora vai chegar e estou no caminho. Sei que vou realizar meu sonho de ter o cinturão e confio que vou conseguir isso", disse, emendando.

"Ele (Brown) é um cara duro, não é bobo de chão. Tem um bom wrestling, defende bem as quedas. Acho que vai ser na hora que vou ver como vai funcionar. Ele joga volume mas eu pego mais duro. Vamos nos testar e vai ser uma boa luta de ser ver. Acho que uma das favoritas a ser a luta da noite".

Se em maio Warlley lutou no Rio de Janeiro, onde mora e treina, agora o lutador voltará à cidade em que viveu uma das grandes emoções de sua carreira. Em 2014, o peso-meio-médio conquistou a terceira edição do 'The Ultimate Fighter Brasil', em finalização sobre Márcio 'Lyoto'. Dessa maneira, retornar a capital paulista é sempre especial.

"São Paulo foi onde tudo começou. Fui campeão do TUF aqui, fiz todo o programa aqui também. Minha história com São Paulo é muito boa, tive uma derrota (Para Usman, em 2016), mas ficou para trás e estou buscando o caminho de vitórias. São Paulo traz muitas recordações boas e quero ter mais uma no sábado", finalizou.

No MMA profissional desde 2011, Warlley Alves possui 13 vitórias e apenas três derrotas na carreira. A última vez que se apresentou foi em maio deste ano, no UFC Rio, quando superou Sérgio Moraes, por nocaute.

Esporte