PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Munhoz aposta em grande subida no ranking se nocautear ou finalizar Caraway

Felipe Paranhos e Marcel Alcântara, em São Paulo (SP)

Ag. Fight

25/09/2018 11h48

Número 9 do ranking dos galos (61 kg) do UFC, Pedro Munhoz está imediatamente abaixo do grupo de lutadores que pleiteiam uma chance pelo título da categoria. Agendado para enfrentar Bryan Caraway no TUF 28 Finale, em 30 de novembro, o brasileiro declarou acreditar que, se nocautear ou finalizar 'Kid Lightning', vai subir bastante na listagem oficial da organização.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight, Munhoz afirmou que o cartel de seu adversário fala por si, embora ele tenha deixado o ranking oficial da categoria após a derrota contra Cody Stamann, em março. No Ultimate, Bryan tem seis vitórias e três derrotas.

"O Caraway teve um problema, saiu, voltou agora, acredito que ele vai entrar no ranking logo mais, mas sei também que o ranking é algo que é bem questionável. É um cara experiente, que está ali há bastante tempo, que tem vitórias contra caras bem experientes, como o Aljamain Sterling, então acho que um nocaute ou uma finalização vai me jogar bem lá na frente", falou.

Munhoz ainda analisou a disputa pelo cargo de desafiante do peso-galo. Segundo o atleta, há três brasileiros em condição de disputar o título da divisão. Mas Pedro declarou que considera a situação ainda muito nebulosa.

"Eu vejo que há vários atletas duríssimos. Raphael Assunção, que merecia uma chance, Marlon Moraes, John Lineker, tem o Aljamain Sterling ali, tem o Dominick, o campeão é o TJ, que teve a revanche contra o Cody... Para te dizer a verdade, não tenho a mínima ideia do que eles vão fazer com a nossa divisão, quem vai estar na próxima luta de título", disse.

Em sua carreira profissional, Pedro tem 16 vitórias, três derrotas e um 'no contest'. Dentro do UFC, ele teve um início irregular, mas, desde 2016, emendou cinco triunfos e apenas um revés. Neste período, ainda conquistou três prêmios de 'Performance da Noite'.

Esporte