PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Etíope Barega vence prova dos 10.000 m e leva o primeiro ouro do atletismo em Tóquio-2020

30/07/2021 09h47

Tóquio, 30 Jul 2021 (AFP) - O etíope Selemon Barega conquistou a primeira medalha de ouro do atletismo dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 ao vencer nesta sexta-feira a prova dos 10.000 metros, superando por pouco o ugandense Joshua Cheptegei, recordista mundial.

Barega, de apenas 21 anos, terminou a prova com o tempo de 27 minutos, 43 segundos e 22 centésimos, apenas 41 centésimos à frente de Cheptegei (27:43.63).

Outro atleta de Uganda, Jacob Kiplimo (27:43.88), levou a medalha de bronze.

Barega, que foi vice-campeão mundial dos 5.000 metros em 2019, consegue desta maneira o primeiro grande título da carreira.

O revés confirma as dúvidas provocadas nos últimos meses por Cheptegei, que foi o sexto colocado na final dos Jogos Rio-2016, mas que depois conquistou a prata no Mundial de Londres-2017 e o ouro no Mundial de Doha-2019.

Em 2020, Cheptegei bateu os recordes mundiais dos 5.000 e 10.000 metros, o que garantiu o status de estrela absoluta das provas de fundo.

Ele chegou a Tóquio com o objetivo de repetir o feito de astros que conseguiram a dobradinha nos 5.000 e 10.000 metros em Jogos Olímpicos, como o etíope Kenenisa Bekele (Pequim-2008) e o britânico Mo Farah (Londres-2012 e Rio-2016).

Mas os resultados recentes, como o sexto lugar em junho nos 5.000 metros na etapa de Florença (Itália) da Liga de Diamante, provocaram alertas sobre o estado real e as possibilidades do teórico grande favorito ao ouro em Tóquio.

kn-lp-dr/psr/fp

Esporte