PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Gattuso deixa Fiorentina três semanas após contratação

17/06/2021 13h35

Roma, 17 Jun 2021 (AFP) - Gennaro Gattuso não vai mais treinar a Fiorentina. Três semanas após sua contratação, o clube toscano anunciou nesta quinta-feira o fim do vínculo com o ex-técnico do Napoli e iniciou a busca por um novo profissional para o cargo.

"A Fiorentina e o Rino Gattuso, de comum acordo, decidiram não continuar com os acordos estabelecidos e não vão iniciar a próxima temporada juntos", afirmou o clube de Florença em comunicado.

Segundo a imprensa da Itália, os dirigentes da Fiorentina e o treinador divergiam muito sobre a estratégia a seguir para a contratação de jogadores.

A Fiorentina, propriedade do empresário ítalo-americano Rocco Commisso, precisava "começar a trabalhar imediatamente para identificar um treinador que leve a equipe aos resultados que o clube e a cidade merecem".

Gattuso, de 43 anos, foi anunciado no dia 25 de maio como treinador da Fiorentina por duas temporadas, menos de 48 horas após sua saída do Napoli, com o objetivo de dar um impulso a uma equipe que terminou em 13º na temporada passada. Ele deveria assumir o cargo oficialmente em 1º de julho.

Campeão mundial em 2006 com a Itália, Gattuso sucederia Giuseppe Iachini, que assumiu o cargo em março após a surpreendente demissão de Cesare Prandelli, quando o tima era 14º no Italiano.

O próprio Iachini havia deixado a função alguns meses antes para que Prandelli assumisse o comando da equipe em novembro de 2020.

A Sky Sports informou na quarta-feira que os nomes cogitados para substituir Gattuso são Rudi Garcia, Andrea Pirlo e Clauido Ranieri.

alu/gf/pm/lca

Esporte