PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Messi faz três e Barcelona atropela PSV na Liga dos Campeões

18/09/2018 16h07

Barcelona, 18 Set 2018 (AFP) - Com três gols de Lionel Messi, o Barcelona goleou o PSV Eindhoven por 4 a 0, nesta terça-feira, e assumiu a liderança do grupo B na primeira rodada da Liga dos Campeões.

O argentino apresentou todas suas credenciais, abrindo o placar com golaço em cobrança de falta, aos 32 minutos do primeiro tempo. Na segunda etapa, o francês Ousmane Dembélé ampliou a vantagem com belo gol, aos 30, e Messi fechou a goleada com chutes com pernas esquerda e direita, aos 32 e 42 minutos.

Foi o oitavo hat-trick de Messi na história da competição, desempatando sua disputa pessoal com o português Cristiano Ronaldo, que marcou três vezes em um jogo em sete oportunidades.

A partida também marcou a estreia do jovem brasileiro Arthur na Liga dos Campeões. O ex-jogador do Grêmio entrou para administrar a vantagem a 10 minutos do fim do jogo.

No outro jogo do grupo, a Inter de Milão venceu o Tottenham de virada por 2 a 1 no estádio Giuseppe Meazza.

O dinamarquês Christian Eriksen abriu o placar para os visitantes aos 8 minutos do segundo tempo, mas o argentino Mauro Icardi e o uruguaio Matías Vecino viraram para os anfitriões nos instantes finais, aos 41 e 47 minutos, respectivamente.

Na próxima rodada, o Barcelona viaja para enfrentar os Spurs em Londres, enquanto o PSV recebe o time italiano. As duas partidas serão disputadas no dia 3 de outubro.

- Messi resolve -O Barcelona iniciou a partida buscando se impor diante do jovem time holandês, que se defendia de maneira organizada e via os catalães controlarem o ritmo do jogo. Nos primeiros 15 minutos, no entanto, foram os visitantes que chegaram com mais perigo.

A primeira tentativa veio em chute de Pereiro que saiu por cima do gol, aos sete minutos. Na sequência, aos 14, o PSV emplacou contra-ataque que quase morreu nas redes de Ter Stegen em disparo cruzado de Bergwijn.

Messi, Coutinho e Suárez conseguiam tocar a bola com qualidade na intermediária, mas faltou capricho para concluir as oportunidades criadas. O brasileiro teve chance em cabeçada, aos 10, enquanto o uruguaio desperdiçou passe açucarado do argentino, aos 19.

Se as jogadas não se concretizavam com a bola rolando, a solução foi contar com o talento de Messi em cobrança de falta na entrada da área, aos 32 minutos. O camisa 10 foi para a bola e mandou com efeito no ângulo direito para abrir o placar, sem chances para o goleiro.

- Domínio e goleada -Na volta do intervalo, o Barcelona manteve o domínio mas diminuiu a intensidade da partida. A primeira chance clara só veio aos 9 minutos, com Coutinho aparecendo livre dentro da área mas isolando na hora do arremate.

Três minutos depois, o meia brasileiro teve mais uma chance de ampliar o marcador. Coutinho recebeu pelo lado esquerdo, pedalou e mandou chute com efeito. O goleiro Zoet se esticou todo para evitar o belo gol do camisa 7.

O brasileiro era a melhor alternativa ofensiva da equipe na segunda etapa. Aos 22, Coutinho infiltrou ao tabelar com Messi e tocou para Suárez. Depois de tentar devolver o passe, a bola acabou resvalando na zaga e sobrando para o centro-avante uruguaio, que acertou o travessão ao tentar encobrir o goleiro adiantado.

Se o golaço não aconteceu com Suárez, o mesmo não se pode dizer de Dembélé. Aos 30, o francês recebeu no meio de campo e se livrou de dois defensores com um giro. Na sequência, partiu em direção ao gol, ajeitou para o meio e bateu com efeito para ampliar a vantagem catalã.

Dois minutos depois, Messi fez seu segundo no jogo tocando de primeira após enfiada de bola do croata Ivan Rakitic. O argentino invadiu a área pelo lado direito e concluiu com um chute colocado para marcar o terceiro dos anfitriões.

Aos 33, o Barça acabou ficando com menos um em campo após expulsão do francês Umtiti. O zagueiro matou contra-ataque e levou o segundo cartão.

Mesmo com 10 em campo, o Barcelona conseguiu transformar a vitória em goleada. Suárez enfiou a bola e deixou Messi cara a cara com o goleiro. O argentino bateu cruzado com a perna direita e definiu o resultado.

Esporte